O Doador, de Lois Lowry – o primeiro livro da trilogia

Resenhas

A escritora americana Lois Lowry tem vários livros publicados desde 1977 e a característica presente em quase todos é: a quantidade alta de vendas, ou seja: ela sabe fazer best sellers. Sua carreira começou com a publicação de “A summer to die” (não encontrei informações desse livro no Brasil) quando ela tinha 40 anos e hoje, aos 74 anos, ela continua lançando livros. Boa parte de seus leitores são adolescentes e alguns de seus livros estão nas listas obrigatórias das escolas dos EUA.

O Doador é o primeiro livro de um sequência que leva o mesmo nome, os outros ainda não foram lançados no Brasil: Gathering Blue (2000), Messenger (2004) e mais um que ela está escrevendo neste ano.


A história é sobre um mundo diferente da nossa realidade, onde sentimentos (amor, ódio, felicidade, tristeza, etc) não existem pois o governo desenvolveu um método de controle da humanidade onde nada sai fora da rotina. Mas então surge um garoto muito esperto e… bem, é melhor eu parar por aqui e não estragar a boa surpresa de O Doador.

A narrativa é simples e funcional, os capítulos são curtos e muito bem divididos, a leitura flui rápido e causa aquela vontade deliciosa de não querer parar de ler. Há boas referências: o mito da caverna, de Platão e 1984, de George Oweel. Algumas cenas, mesmo irreais, são próximas às capacidades cruéis humanas, outras, no entando, fogem das nossas expectativas e isso torna o livro muito bom.

Abaixo um trecho. 

 – Não gosto de fitas. Ainda bem que só tenho de usá-las por mais um ano – reclamou Lily irritada. – No ano que vem, também vou ganhar a minha bicicleta – acrescentou, mais animada.
– Há coisas boas todos os anos – lembrou Jonas. – Neste, você começa suas horas de voluntariado. E você se lembra no ano passado, quando se tornou uma Sete, como ficou contente com seu casaco abotoado na frente?
A menina fez que sim com a cabeça e olhou para baixo, para o seu casaco com a fileira de botões grandes que a designavam uma Sete. Quatros, Cincos e Seis usavam casacos que se fechavam atrás, para que aprendessem a interdependência, ajudando-se, uns aos outros, a se vestir.
O casaco abotoado na frente era o primeiro sinal de independência, o primeiro símbolo realmente visível de crescimento. (…)

Tradução de Maria Luiza Newlands, p. 44. Sextante

Onde Comprar O doador: 
Amazon
Americanas
Livraria Cultura
Submarino


Criou o Livro&Café em 2011, é professora de Língua Portuguesa, adora ler e trabalhar com mediação de leitura. Acredita que os livros podem mudar o mundo e ama Virginia Woolf.
14

Comentários

Comentar
  1. Não sabia que seria uma série. É um livro muito interessante e sedutor. É difícil começar a ler e parar sem ir até o fim. Bom também para pessoas que não tem o hábito de leitura, pois tem uma linguagem clara, simples e uma história maravilhosa.

  2. Adorei esse livro! Vale a pena ler até o fim. Essa escritora conseguiu me entreter de tal forma que li duas vezes e ainda indiquei! Parabéns pela ideia brilhante do livro, Lois Lowry!

  3. Muito bom o livro. Ótima resenha. Também não sabia que “O doador” fazia parte de uma série. Estou ansioso para a continuação.

  4. Ana Carolina Andrade

    Excelente livro! Grata surpresa saber que há continuação! Espero que logo seja lançado no Brasil os outros livros. Li ‘O Doador’ em apenas uma tarde.Impossível largar!! História super diferente.

  5. Eu amei o livro!! É uma história muito interessante, parabéns pela resenha! Não sabia que “O Doador” tem continuação, não vejo a hora de ler os próximos livros!

  6. Há mais ou menos uma hora – que é o tempo que estou aqui no blog lendo todos os posts que dou conta – estou me perguntando como é que eu pude viver tanto tempo na internet sem ter conhecido este blog antes!!!

    =) luv it

  7. Realmente fiquei surpreso, como algumas pessoas que comentaram, com o fato da continuação do livro. A quantidade de detalhes que simulam uma suposta realidade alternativa e a elaboração realmente são surpreendentes. Mas confesso que não fiquei contente com o desfecho da história, por isso fico feliz com a continuação.

  8. Ótima resenha! Como já li o livro (mais de 4 vezes) devo apenas concordar com você. Realmente é uma história, apesar de muito simples, envolvente e muito signifivativa. Se lermos com atenção podemos tirar conselhos valiosos para nós mesmo. Acredito que é por este motivo que gostei tanto de Jonas e de sua história. Não sabia que teria continuaçao (soube por aqui), então valew pelo post e continue assim.

    Abraços.

  9. Eu não sabia que era uma série, tanto que li e não gostei por sentir que tava tudo incompleto, pois a historia começou e fui ‘entrando mais no livro’ e quando eu vi tinha acabado, dai ficou tipo aquele vazio….

  10. Eu li esse livro faz tempo e achei bem interessante. Não sabia que tinha continuação!!! Eu li um volume emprestado e depois acabei encontrando na última Bienal do Rio por…cinco reais. Indiquei pra minha filha e ela comprou. Agora me deu vontade de ler outra vez.

  11. Um livro maravilhoso (um dos meus favoritos) e que eu não sabia que tinha continuações, descobri ao ler esta resenha (muito obrigado!). Mais do que recomendado. (:

  12. Fiquei babando… Tem Continuação???

    Nossaaaaa eu quero muitooooooooooo…..

    O Livro é muito show e tive vontade de jogá-lo fora quando terminou dequele jeito, ele realmente era muito incrivel pra ter apenas um volume!!!

    ^^

    Parabéns pelo Blog… Bjos :*

  13. Encontrei este livro por acaso numa livraria, achei-o interessante. Me surpreendi com a história,algo intrigante e diferente, tinha apenas 16 anos quando o li. Como muitos, também não sabia que tinha continuação, obrigado pela dica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.