Por que 1984 pode te ajudar a entender o jogo político

1984-capa-pQuestione tudo. É o primeiro passo.


1984 é um livro escrito por George Orwell, escritor inglês, do século XX, também conhecido como jornalista e ensaísta político. O livro foi escrito em 1949 e mostra um mundo totalitário em que pensar e ter um vocabulário para se comunicar, passa a ser algo cada vez mais difícil de conquistar, uma vez que a manipulação midiática e política chegou a níveis extremos.

O personagem principal chama-se Winston Smith, ele é funcionário público e um dos poucos que ainda não caíram nas garras do poderoso Grande Irmão (como é chamado o poder fascista do país). Ou seja, ele ainda consegue analisar a história, pois a sua lembrança de um passado melhor ainda é viva, o que difere de uma boa parte da população, que vive na ilusão de que as melhorias do sistema totalitário estão a todo vapor, mas na verdade o que o sistema ditador faz é enganar o povo com notícias falsas e com alterações constantes do passado, para que em nenhum momento seja possível questionar o presente.

Então, Winston está se sentindo a pessoa mais sozinha do mundo, porque não pode confiar em ninguém, porque todo mundo já foi “convertido” para acreditar que o fascismo ali instalado é tipo um Deus poderoso e revelador da sabedoria da humanidade. Mas, como todo ser humano, ele se deixa levar por um pequeno brilho nos olhos de outra pessoa e, de repente, meus amigos, o cara se vê numa encrenca pior que qualquer pesadelo seu.

Aos poucos, dia após dia, Winston vai perdendo a sua consciência, é feito nele uma lavagem cerebral tão foda, que deixa qualquer leitor atordoado. É desesperador, é angustiante perceber, mesmo, como é simples inverter o jogo. Fazer com que a informação ruim pareça boa e a boa pareça ruim.

Ao levantar a cabeça, depois de ler 1984, você, dificilmente, conseguirá ver o mundo com os mesmos olhos e também vai aprender sobre a importância gigantesca da língua que você fala. Cada palavra nova que você aprende é a sua melhor arma para não se sentir dominado e manipulado por uma estrutura governamental muito mais complexa do que parece, muito mais extensa do que parece.

O jogo político é muito mais que aprovar e desaprovar leis, é muito mais que controlar a economia. Ele é feito de algo muito mais poderoso, chamado comunicação e se você nunca questionou isso, e se você nunca perguntou qual é a intenção da mídia, qual é a intenção até mesmo daquele seu melhor amigo quando ele opina sobre política (ou qualquer outro assunto), meu amigo, meu querido amigo, abra os seus olhos o máximo que puder e não se deixe enganar pelo que parece simples e lógico demais. É assim que você permanece humano. É assim que você garante um futuro possível ao próximo. Mas, claro, se você se importar, verdadeiramente, com o próximo.

Onde comprar 1984: Amazon, Livraria Cultura, Livraria Saraiva ou Submarino

Caso você não queira ler, tem o filme também 😉 



Francine Ramos

Criou o Livro&Café em 2011, é professora de Língua Portuguesa, adora ler e trabalhar com mediação de leitura. Acredita que os livros podem mudar o mundo e ama Virginia Woolf.

5 Comments
  1. Gostei muito do comentário. Foi o segundo livros que li sobre política, o primeiro foi Animal Farm, de Orwell, também… Na verdade, só li esses dois, mesmo. É que ambos são muito densos e tristes, e me deixaram com uma angústia e uma falta de esperança em tudo, no final. Fiquei com trauma. Acho que, por isso, que vivo de pileque e de ressaca de Jane Austen (aliás, não a encontrei no seu blog) rsrsrs…
    Mas, é bem por aí, como destacou, é um livro que todos deveriam conhecer, pois demonstra a importância e o poder que a comunicação tem, que chega a ser maior do que de todos os envolvidos, pois é capaz de inspirar, influenciar, e infelizmente, manipular.

    1. Oi, Marcia!
      Eu quero muito ler A Revolução dos Bichos, está na minha lista de prioridades.
      No momento político em que vivemos o que mais me deixa triste é na facilidade que as pessoas acreditam em tudo que leem, independente do “lado” a qual se luta, é muito fácil manobrar um pensamento… às vezes penso que preciso ser mais perseverante, mas, de verdade, prevejo momentos piores para o nosso país…
      E sobre Jane Austen, tem sim! 🙂 http://livroecafe.com/tag/jane-austen/

      Beijos!

    1. Realmente, Eduardo! Ler 1984 é muito bom, importante. E se tornar um releitor da obra, só aumenta a nossa compreensão sobre a vida, o ser humano, os sistemas dominantes, etc.

Leave a Reply

Your email address will not be published.