12 livros infantis sobre bullying

O bullying é um tema, infelizmente, que faz parte do cotidiano das crianças e adolescentes. Pensando nisso, fiz uma lista com 12 livros infantis sobre bullying. A ideia é sempre adicionar novos livros a esta lista. Então, se você conhece algum, informe nos comentários. Vamos lá:

Menina-Formiga e Menino-Girafa (Anna Claudia Ramos)

Sinopse: Tiana e Glauco estudavam na mesma escola que a Turma dos Cinco e estavam cansados de vê-la maltratando as crianças e os mais fracos. E o pior, sempre longe dos olhares dos adultos. Um dia eles resolveram tomar uma atitude para acabar com aquela violência. Não aguentavam mais sofrer nas mãos dos cinco terríveis e decidiram criar um plano, apesar do medo que sentiam. Se quiser saber mais detalhes sobre esse plano, abra bem rápido este livro, leia a história e descubra o que aconteceu quando Tiana, Glauco e a Turma dos Cinco ficaram frente a frente e tiveram de se enfrentar. Você vai se surpreender! + Amazon

Vidas Diferentes (Manuela Santos Rezende)

A autora, Manuella, tem apenas 11 anos, mas já é uma escritora de muito sucesso. Este é o segundo livro publicado. Agora ela nos conta a história de João, um garoto simpático e inteligente, que gostava muito de brincar com seus amigos. Isso muda quando chega ao colégio em novo aluno. Antônio, que resolve criar apelidos humilhantes para João, o que o leva a se afastar dos colegas. Por que, afinal, Antônio está agindo assim? Será que os dois podem se entender e acabar sendo bons amigos? João vai ser capaz de desmascarar as mentiras? Você não pode perder o desenrolar dessa história. + Amazon

Ponte Para Terabítia (Katherine Paterson)

Jess Aarons, um garoto de 10 anos, passou o verão treinando para ser o campeão de corrida da escola. Na volta às aulas, é ultrapassado por uma aluna nova. Os dois tornam-se grandes amigos, e criam um reino imaginário chamado ‘Terabítia’, onde governam soberanos protegidos das ameaças e zombarias da vida cotidiana. Até que um dia, uma fatalidade os separa, e Jess precisa ser forte para enfrentar essa triste realidade. + Amazon

Pinote, o Fracote e Janjão, o Fortão (Fernanda Lopes de Almeida)

Para enfrentar as truculências de Janjão, Pinote usa o poder da inteligência. Será que vai dar certo? + Amazon

Lilás, uma menina diferente (Mary E. Whitcomb)

Este pequeno livro é um dos mais adotados do catálogo infantojuvenil da Cosac Naify. Isso porque a história de Lilás, uma menina que foge aos padrões convencionais de comportamento, é uma forma descontraída de se trabalhar a diferença e a aceitação. Em seu primeiro dia de aula, enquanto as outras crianças presenteiam a professora com perfumes, lencinhos bordados e porta-joias, ela lhe oferece uma caixinha de papelão com sete pedrinhas, seu cadarço vermelho favorito e meio ovo de pardal. Lilás é diferente e desponta como resistência numa época em que somos incitados a adequar nosso comportamento a algo preestabelecido. Sua história mostra como o diferente pode surpreender e renova o olhar de cada um para o mundo e para si. Os colegas dela descobrirão que é possível haver união em meio à diversidade – e que ser diferente é muito, muito legal. + Amazon

Apelidos horríveis risadas humilhações: Laís precisa enfrentar tudo isso na nova escola. De tanto as outras crianças a chamarem de gorda a menina acaba acreditando que é feia. Envergonhada ela se fecha em sua tristeza. Quando as meninas da escola espalham a notícia de que farão testes para selecionar uma menina para fazer uma novela Laís fica ainda mais preocupada. Seu grande sonho é ser atriz e para concretizar esse desejo ela precisará decidir entre o medo e a coragem de ser como é. + Amazon

Morango Sardento (Julianne Moore)

Morango Sardento mostra que, para “viver feliz para sempre”, é preciso se aceitar, com suas sardas e seu cabelo vermelho. Afinal, “quem liga para um milhão de sardas quando se tem um milhão de amigos?”. Debora Bloch concorda: “Quando a gente é criança, sempre pensa que é melhor ser diferente do que a gente é. Mas quando cresce, descobre que tanto faz”. + Amazon

Todos zoam todos (vários autores)

Quem nunca ficou chateado por ser motivo de alguma chacota? Todo mundo já foi “zoado” alguma vez na vida: por ser alto ou por ser baixo, por ser gordo ou por ser magro demais, por ser muito tímido ou muito extrovertido, fraco ou forte, covarde ou valentão… Não tem jeito, todos zoam todos. Até no mundo animal! + Amazon

Este é o lobo (Alexandre Rampazo)

Eis uma história distinta de todas as atravessadas por lobos. Aqui não há medo, mas solidão. Alexandre Rampazo, sacode, com lindas imagens e palavras, a rede onde estão, presos a velhos sentidos, personagens singulares do nosso imaginário, como a Chapeuzinho Vermelho, sua avó e o caçador, o príncipe, a princesa e os três porquinhos. Ao lado do lobo ou dele apartadas, elas ganham um inédito significado. Graças, sobretudo, a sensibilidade de um menino. Um menino que não é senão o próprio Rampazo e todos nós, leitores, que, por meio de narrativas, redescobrimos (mesmo em condições suspeitas) as maravilhas da amizade. + Amazon

Diário da Carol (Ines Stanisiere)

Carol é uma menina de 11 anos. Como tantas outras, ela decide escrever seu diário em sua agenda. E durante um ano inteiro registra experiências, medos, anseios, dúvidas e sonhos. Mudanças no corpo, dificuldades de relacionamento, menstruação e beijo são alguns dos temas, que dentre tantos, preocupam a personagem. + Amazon

Todos contra Dante (Luís Dill)

Dante é novo na escola. Vem de um bairro pobre, gosta de ler A divina comédia , de Dante Alighieri, e alimenta uma paixão secreta. Logo a aparência dele e sua classe social viram combustível para o riso dos colegas. A perseguição se torna sistemática e ganha força no ciberespaço, onde, no confortável anonimato de uma comunidade na internet, inúmeros jovens ridicularizam e hostilizam Dante. O que era para ser apenas “brincadeira” de adolescentes ganha dimensões trágicas, extravasa o âmbito virtual e se instala como ameaça concreta. As conseqüências serão devastadoras. + Amazon

Valentões, Fofoqueiros e Falsos Amigos (Jenny Alexander)

Comum entre crianças e jovens, seja na escola, na rua ou no clube, o bullying torna vítimas garotos e garotas. Piadas de mau gosto, comentários maldosos, agressões verbais e até mesmo físicas – são práticas como essas que submetem meninos e meninas à humilhação e ao sentimento de fracasso. + Amazon 


Milena Aguiar Mendes

Milena Aguiar é professora de Educação Infantil e tenta ser escritora, nas raras horas vagas. Mora em Manaus e odeia açaí.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Primeiramente, Fora Temer!

Livro&Café é feito por Francine Ramos, desde 2011.

“Livros, o precioso sangue dos espíritos imortais” Virginia Woolf