6 livros de Leticia Wierzchowski para quem gosta de romances históricos

Apesar do sobrenome polonês , Leticia Wierzchowski é uma escritora brasileira, nascida em Porto Alegre em 1972 e famosa por ter escrito “A Casa das Sete Mulheres”, o primeiro romance que compõe uma trilogia finalizada em 2017 e que virou minissérie em 2002 pela Globo. A sua produção literária, que contem mais quinze livros, aborda diferentes pontos de vista e também propõe uma reflexão história sobre o Brasil, principalmente sobre a região sul, local em que a autora vive. Confira abaixo 6 livros de Leticia Wierzchowski para ler urgente!

1 – Trilogia “A casa das sete mulheres”

Durante a Revolução Farroupilha (1835-1845) — uma luta dos latifundiários rio-grandenses contra o Império brasileiro —, o líder do movimento, general Bento Gonçalves da Silva, isolou as mulheres de sua família em uma estância afastada das áreas em conflito, com o propósito de protegê-las. A guerra que se esperava curta começou a se prolongar. E a vida daquelas sete mulheres confinadas na solidão do pampa começou a se transformar. O que não está nos livros de história sobre a mais longa guerra civil do continente está neste livro de Letícia Wierzchowski, um exercício totalizador sobre a violência da guerra e sua influência maléfica sobre o destino de homens e de mulheres. + Amazon

2 – Sal

Um farol enlouquecido deixa desamparados os homens do mar que circulam em torno da pequena e isolada ilha de La Duiva, expondo-os, todas as noites, às ameaças dos rochedos traiçoeiros. Sob sua luz vacilante, Cecília, matriarca da família Godoy, reconstitui as cicatrizes do passado com linhas e agulhas. Em dolorosa solidão, ela tece uma interminável tapeçaria em que entrelaça as sinas de Ivan, seu marido, e de seus filhos ausentes, elegendo uma cor para cada um. Muitas gerações da família de origem espanhola zelaram pelo farol naquela ilhota perdida no sul… + Amazon

3 – Uma ponte para Terebin

Mesclando fatos históricos com a vida dura de um imigrante no início do século XX, ela descortina a chegada do avô ao Brasil, a adaptação a um novo mundo, uma nova língua, outros costumes. A busca por uma esposa: a serena e forte Ana. A força feminina que alinhava o romance. Uma Ponte Para Terebin conta as andanças desse personagem fascinante. Um homem capaz de abandonar a segurança de uma nova pátria para cair de cabeça em uma das guerras mais sangrentas da história. Sim, o jovem Wierzchowski voltou à Europa para combater Hitler e, segundo as pesquisas da neta, conquistar um ou outro coração. + Amazon

4 – O pintor que escrevia

Neste romance, ela conta a história de Marco Belluci, pintor italiano que se refugiou no Brasil durante a Segunda Guerra e suicidou-se sem explicações. Belluci deixou muitos quadros, que foram encaixotados e assim permaneceram por muito tempo. Vinte e um anos depois de sua morte, um conhecido marchand, ao avaliar sua obra, descobre textos escritos atrás de cada tela, que revelam um amor que custa crer que tenha existido. A cada tela e a cada página, segredos e confidências do pintor que escrevia. É uma história fascinante e apaixonada, que confirma o talento de Leticia Wierzchowski entre as grandes vozes da literatura brasileira. + Amazon

5 – Cristal Polonês

Lançado em 2018. Tedda, Paula e Miti. Três irmãos de família polonesa vivem uma vida regrada pelas ordens de máma e pelos silêncios de táta. É a menina Tedda quem nos conta a história dessa infância em que tudo de mágico e de perigoso pode ocorrer, e tirar boas notas pode garantir o sorriso de máma e talvez um sono sem pesadelos. Numa pequena casa onde quase tudo é emprestado e as roupas são grandes demais para seus novos donos, apesar da pobreza, ainda há lugar para os sonhos. E os três terão sua vida alterada pela maravilhosa notícia de uma viagem ao campo, no qual um lago cheio de peixes os espera com segredos, mistérios e tragédia… + Amazon

6 – Navegue a lágrima

Uma casa de praia, num idílico balneário no Uruguai, é o cenário de duas histórias de amor e perdas, separadas no tempo. Consumida pelo luto, a editora Heloísa escolhe se afastar da cidade onde morava e levar uma vida de isolamento na residência de veraneio que pertenceu a Laura Berman, uma escritora consagrada. Entre muitos drinques, cercada de pertences e memórias dos antigos moradores, Heloísa começa a ser visitada pelas lembranças guardadas entre aquelas quatro paredes: a correria de crianças, dias de sol preguiçosamente passados à beira da piscina, o romance terno de Laura e seu marido Leon. Se é delírio ou magia, a nova moradora não consegue distinguir. + Amazon

Milena Aguiar Mendes

Milena Aguiar é professora de Educação Infantil e tenta ser escritora, nas raras horas vagas. Mora em Manaus e odeia açaí.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.