Lições que devemos ensinar às nossas crianças sobre tolerância

Nós vivemos em contato com a diferença o tempo todo, na escola, nas ruas, no trabalho, na família, entre os amigos. Conhecemos e convivemos com pessoas diversas sempre! Com diferentes ideias, opiniões, vivências, sotaques, personalidades, aparências, escolhas, estilos de vida… Enfim, não tem como negar: ninguém é igual a ninguém. E isso é ótimo! Afinal, que graça teria a vida se todos nós fôssemos iguais? No entanto, ainda assim, vez ou outra nos deparamos com histórias ou cenas de intolerância. Seja na televisão, nos jornais, na internet ou em nosso dia a dia, ainda existem pessoas que não compreendem e não respeitam a diversidade presente em nossa sociedade. 
Por isso, ainda é muito importante (e necessário) falar sobre o respeito às diferenças. Essa é uma lição que deve ser passada e ensinada desde muito cedo, quando os pequenos ainda são bem novinhos. Assim, educar crianças que se preocupam com os outros e respeitam as diferenças deve estar entre as preocupações de mães e pais que, assim como nós, querem um mundo cada vez melhor para todos! Pensando nisso, elencamos aqui 4 maneiras de ensinar sobre tolerância aos nossos filhos. Confira:

1. Respeite seu filho como ele é

O primeiro passo para ensinar e falar sobre respeito com as crianças é agindo dessa forma com elas. Respeitar suas escolhas e sua forma de ser é a melhor maneira de ensinar seu filho a respeitar os outros. Ainda que você deva estar sempre atento(a) para proteger e cuidar para que seu pequeno siga sempre o melhor caminho, é preciso lembrar que o respeito é uma via de mão dupla.


2. Evite destacar apenas as semelhanças entre as pessoas

Se você ressaltar e elogiar as pessoas apenas pelas escolhas e opiniões semelhantes às suas, sem se dar conta, a criança pode assimilar que ser bom é ser parecido e que o diferente é algo negativo. Portanto, tome o cuidado de também ressaltar e falar sobre as diferenças deixando claro que elas não só são naturais, como são positivas para o equilíbrio entre as pessoas. Ouvir e conhecer visões de mundo diferentes da nossa é uma ótima maneira de ampliar nossos horizontes e aprender muito!

3. Incentive a empatia

A habilidade de se colocar no lugar do outro e de se solidarizar pelos sentimentos e problemas das pessoas que nos cercam é uma qualidade e tanto! Quando nos colocamos na posição de outras pessoas, conseguimos entender melhor e respeitar suas escolhas. Incentive essa habilidade em seu filho. Uma ótima maneira de fazer isso é colocando-o em contato com a diversidade por meio de históriasfilmesdesenhos, convívio e socialização com o diferente e, claro, com muito diálogo!

4. Estimule o pensamento crítico

Por falar em diálogo, é por meio de muita conversa que é possível estimular o raciocínio crítico dos pequenos, para que eles percebam e reconheçam, por si mesmos, casos de preconceito, discriminação e estereótipo. Casos de intolerância na escola, em algum programa na televisão ou no cotidiano da criança, podem ser ótimas oportunidades de iniciar um diálogo sobre o assunto com seu filho, permitindo que ele reflita sobre o tema, tornando-se mais crítico e ativo em situações assim.




Bruna Bengozi

Bruna é mestra em História pela USP, redescobriu (e redescobre) o amor pelos livros, pela música e pela vida. Aguarda ansiosamente a queda do capitalismo e do patriarcado. Sofre de "síndrome do impostor".

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.