Por que ler literatura?; romance do século

Por que ler literatura? Por que ler livros? Por que ler ficção?

Compartilhe:

Por que ler literatura? O livro Manual de Teoria Literária explica.

É comum a pergunta: por que você lê esses livros aí? como se “esses livros aí” fossem uma minúscula pedra solta do asfalto. Difícil, pra quem não gosta da arte literária, saber que a leitura é um meio de se chegar ao prazer de contemplar uma obra de arte. Há quem prefira ouvir uma música, outros preferem admirar um quadro. Música é arte, um quadro é arte e literatura também é arte. Mas por que letras, palavras, texto, parágrafos, quando lindamente juntos, misturados, transformam, agregam, completam e tudo mais?

Literatura é comunicação. E comunicação é estabelecer um contato que Rogel Samuel explicou no livro “Manual de Teoria Literária”, p. 179/180, que responde à pergunta “Por que ler literatura?”:

A literatura informa aquilo que todos nós não vemos porque esquecemos, a saber, a própria realidade. Esquecemos da realidade porque admitimos como natural. Naturalizamo-la. A realidade é informada pela literatura, como se fosse completa novidade. A realidade é redescoberta, recriada pela arte. Como se fosse a primeira vez que a encontrássemos. Descobrir a realidade, desvendá-la do véu de alienação com que a encobrimos, acordar-nos para o presente concreto – eis uma das funções da arte literária.

“Manual de Teoria Literária”, p. 179/180 COMPRE O LIVRO NA AMAZON

Leia também: As funções da literatura

Conheça 30 livros de literatura brasileira para baixar em pdf

Compartilhe:
Imagem padrão
Francine Ramos
Editora da Livro&Café desde 2011. É professora de Língua Portuguesa e tenta ser escritora (um conto seu foi publicado na coletânea Leia Mulheres, em 2019). Acredita que os livros podem mudar o mundo e ama Virginia Woolf.

Assine nossa newsletter

Toda semana um resumo com os principais conteúdos da revista em seu e-mail!

1 comentário

  1. Ou seja, ler é só mais um hábito de cultura como qualquer outro? Depois que desenvolvi um censo crítico sempre achei que era meio burrice minha não ler com frequência.

Deixe um comentário