A festa e outros contos (Katherine Mansfield)

Compartilhe:

Difícil escrever sobre Katherine Mansfield e “A festa e outros contos” sem cair no clichê de usar os adjetivos mais comuns relacionados aos grandes escritores. Portanto, pularei a parte dos clichês, mas, como será possível perceber, todo o texto estará repleto deles, sem querer. Não há vocabulário suficiente para Katherine Mansfield.

 photo a-festa_zpsi95ycuin.jpg
COMPRE NA AMAZON

A Festa e outros contos é um dos grandes livros de Katherine Mansfield. Nessa compilação temos os seguintes contos: A festa (The Garden Party), Uma xícara de chá (A cup of tea), O desconhecido (The Stranger), A Vida de Mãe Parker (Life of Ma Parker), Srta. Brill e Prelúdio.

A Festa

No conto A Festa, foi impossível não relacionar com Mrs Dalloway (Virginia Woolf), pois assim como no romance, o conto de Mansfield é sobre uma mulher que organiza uma festa. Porém, e isso é tão dolorido de dizer por eu ser uma fã incondicional da senhora Woolf, o conto surpreende mais que o romance. Está aí mais uma prova do medo de Virginia Woolf, que chegou a dizer que Katherine Mansfield escrevia tão bem ao ponto dela sentir inveja.

Uma xícara de chá

Em A Festa e outros contos você irá encontrar “Uma xícara de chá”, que representa muito bem o estilo de Katherine Mansfield: contos sobre a vida urbana, sobre mulheres comuns e que, de repente, por um simples ato, representam o sentido de uma vida inteira, seja por meios bons, ruins, certos errados, bonitos, feios… enfim. Esse conto agora faz parte da minha lista de contos preferidos.

O desconhecido

Em O Desconhecido a escritora neozelandesa deixa nas entrelinhas uma busca que o próprio leitor faz para identificar quem é o desconhecido no conto, porém o revela no final, de forma que essa surpresa explica todas as ações dos outros personagens do conto que, uma parte chegou de viagem num navio e outra esperava ansiosa no cais. Excelente.

A vida de Mãe Parker

O quarto conto é A Vida de Mãe Parker, o mais triste de todos, pois remete a própria Katherine Mansfield e a sua doença, que a levou desse mundo tão cedo, a tuberculose. Assim, o conto comove por todos os 3 personagens ali apresentados, Lennie, o homem letrado e Mãe Parker.

Srta. Brill

O conto Srta. Brill representa aquele momento de solidificação de uma conclusão sobre a vida, como quando agimos sem pensar na ridicularidade de ser. Entretanto, de repente, como mágica, uma verdade dura ilumina e faz chorar…

Prelúdio

Por fim, o último e maior conto do livro, Prelúdio, um clássico de Katherine Mansfield, não que os outros não sejam também, guarda muitos mistérios a cada linha lida com seus diversos personagens e cenários. Talvez seja a minha terceira ou quarta vez que o leio. E eu acredito que textos bons são tão repletos de sentidos, entendimento e desconstruções que o aprendizado não tem fim. Katherine Mansfield é um exemplo de infinidade literária, de um encantamento profundo, longo e que só faz bem aos leitores.

Conheça 5 contos de Katherine Mansfield para ler urgente!

Onde Comprar “A festa e outros contos”: Amazon

Compartilhe:
Imagem padrão
Francine Ramos
Editora da Livro&Café desde 2011. É professora de Língua Portuguesa e tenta ser escritora (um conto seu foi publicado na coletânea Leia Mulheres, em 2019). Acredita que os livros podem mudar o mundo e ama Virginia Woolf.

Assine nossa newsletter

Toda semana um resumo com os principais conteúdos da revista em seu e-mail!

1 comentário

Deixe um comentário