Visões de Gerard (Jack Kerouac)

“Os passarinhos foram embora junto com ele!”
Ou, como eu diria, “Era ele”.

 photo visoes-de-gerard-jack-kerouac-p_zpsls5ntyv1.jpgVisões de Gerard finalmente foi lançado no Brasil, no final de 2013. A história já é “conhecida” por quem conhece um pouco de Kerouac. O livro é sobre a morte do irmão mais velho de Kerouac.

Gerard é narrado como a mais linda das crianças, o mais santo e mais puro. Quando seu irmão de 9 anos morreu, Kerouac tinha apenas 4, mas a pouca idade não parece obstaculo para Jack nos descrever de uma forma sentimental tudo aquilo que ele sentia e via sobre seu irmão.

Confesso que só no primeiro capitulo já estava mais emocionada que o normal com um livro. Além das descrições cheia de detalhes de Kerouac, há um sentimento muito grande em sua narrativa. Tudo que ele olha parece que lembra o irmão e dessa vez, Jack não está relembrando horas de aventuras na estrada, mas sim o seu irmão que morreu jovem demais, porém, deixa muito como herança para Kerouac.

Eles me veem na sala imitando Gerard com conversas imaginárias de um lado para o outro a respeito de cordeiros, gatinhos e nuvens.

Por exemplo: gatos. Muitas partes do livro mostram o amor de Gerard com o gatinho da família e como Kerouac tem isso também. Vemos Gerard como uma criança amada por todos. E uma família unida que sofre por um garotinho com um coração tão grande e afetuoso que sentia dores justamente nesse lugar onde ele guardava tanto amor.

Sabemos que a morte persegue a todos nós e pode acontecer a todo momento, mas nunca é agradável ler sobre ela ou relembrar que ela acabará conosco em breve assim como acabou com a vida de um garotinho tão novo, na frente de um irmão ainda mais novo… E no meio disso tudo está a religião. Dá para perceber claramente queVisões de Gerard foi escrito na época em que Kerouac estava com o seu grande afeto com o budismo, pois ele compara ações do seu falecido irmão ao nirvana, mas nunca deixa de falar do catolicismo, tão presente em sua família.Os sentimentos descritos servem para causar grande angústia. Temos um garoto adorável e desde a primeira linha sabemos que ele irá morrer, então o segundo tema tratado pelo livro é ela: a morte.

Que Deus abençoe a minha alma, mas a morte é o único assunto decente, já que marca o fim da ilusão e do delírio

Visões de Gerard é um pouco das maravilhas que Kerouac escreveu, como um sentimento tão grande e denso, que é impossível não tocar o seu coração.

Onde comprar Visões de Gerard: Amazon

Avatar
Stephany Quintela

"Stephany Quintela desde pequena foi fã de livros e aos poucos passou de “A Fantástica Fábrica de Chocolates” e Harry Potter para Jack Kerouac e Chuck Palahniuk. Sempre gostou de escrever e quando não está criando contos, está falando de livros ou filmes. Muitas coisas podem mudar, mas o que permanece o mesmo é o seu amor por livros.

Não há comentários. Seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu e-mail não será publicado