Contos da Mamãe Gansa ou Histórias do Tempo Antigo (Charles Perrault)

Contos da Mamãe Gansa ou Histórias do Tempo Antigo (Charles Perrault, tradução de Leonardo Fróes) foi lançado pela editora Cosac Naify neste ano. O livro foi publicado da mesma forma que a primeira edição, de 1697, considerada a obra-prima do escritor francês.

O livro possui belíssimas ilustrações do estúdio espanhol Milimbo, que estão muito diferentes em cada conto, o que causa uma sensação de unidade para cada fábula lida, da mesma forma que o conjunto, com capa dura, cor roxa, fitas coloridas para marcar páginas e letras douradas, informam para o leitor que ele tem nas mãos um grande clássico.

As nove fábulas

Composto por nove fábulas com vários personagens “famosos” como Chapeuzinho Vermelho, A Gata Borralheira, O Gato de Botas, etc, os contos de Perrault diferem por eliminar a esperança, algo comum aos contos que aprendemos na infância. Assim, depois que Chapeuzinho Vermelho e sua vovó são comidas pelo lobo a história acaba, pois não existe o lenhador para salvá-las. Há apenas a moral da história que não devemos conversar com estranhos.

As outras fábulas não possuem um final tão trágico para as personagens boas, porém, as personagens más sofrem demais, algo que incomoda os leitores mais pacíficos.

Alguns contos da obra não fazem parte dos mais tradicionais, por isso, o livro se torna tão atraente e curioso, da mesma maneira que faz o leitor pensar em aspectos diferentes e além da compreensão da moral da história, uma vez que, feliz ou infelizmente, a vida é muito mais complexa que princesas, fadas, castelos, animais falantes e príncipes bondosos.

Vou contar para os meus filhos…

“Pele de Asno” e “Riquet, o Topetudo” entraram para a minha lista de história que, se um dia eu tiver filhos, vou querer contar para eles. Outra história que me chamou a atenção foi “Barba Azul”, que eu só me lembrava do nome, mas não tinha ideia do tema do conto: violência doméstica.

Quando o livro termina, fica a sensação de um feliz reencontro com as histórias ouvidas na infância, por outro lado, o leitor, agora adulto, fica perplexo com a ingenuidade e crueldade dos personagens da obra.

“Quanto à irmã, ela tornou-se tão detestável que a própria mãe a expulsou de casa; e a infeliz, depois de andar ao léu por muito longe sem encontrar quem quisesse ficar com ela, foi morrer num canto da floresta” (p. 14, conto: “As Fadas”)

Onde comprar Contos da Mamãe Gansa ou Histórias do Tempo Antigo (Charles Perrault): Amazon

Avatar
Francine Ramos

Faz da Livro&Café parte essencial de sua vida desde 2011. É professora de Língua Portuguesa, adora ler, escrever (um dia vai publicar um livro) e trabalhar com mediação de leitura. Acredita que os livros podem mudar o mundo e ama Virginia Woolf.

3 Comentários

Deixe um comentário

O seu e-mail não será publicado