livros sobre ditadura

25 Livros Sobre a Ditadura Militar no Brasil

Compartilhe:

Dias difíceis. E não devemos em nenhum momento esquecer o que foi a ditadura militar no Brasil (1964 a 1985). Portanto, é inadmissível que alguém, ao proferir palavras que enalteçam torturadores e ditadores, as pessoas (físicas e jurídicas) não fiquem chocadas, envergonhadas e disposta a combater esses argumentos absurdos. Assim, é importante que a memória sempre fique em alerta. Não podemos em momento algum esquecer o que foi a ditadura militar no Brasil. E nada melhor que uma lista com 25 Livros Sobre a Ditadura Militar no Brasil.

Com a ajuda de amigos e colaboradores deste blog, abaixo está uma lista de livros de ficção (romances, contos e HQ) sobre a ditadura no Brasil. Vamos ler, nos informar e lutar sempre!

As Meninas (Lygia Fagundes Telles) – romance, 340 p. Cia das Letras

Sinopse: Num pensionato de freiras paulistano, em 1973, três jovens universitárias começam sua vida adulta de maneiras bem diversas. A burguesa Lorena, filha de família quatrocentona, nutre veleidades artísticas e literárias. Namora um homem casado, mas permanece virgem. A drogada Ana Clara, divide-se entre o noivo rico e o amante traficante. Lia, por fim, milita num grupo da esquerda armada e sofre pelo namorado preso. ‘As Meninas’ colhe essas três criaturas em pleno movimento, num momento de impasse em suas vidas. COMPRE NA AMAZON

Camilo Mortágua (Josué Guimarães) | Romance, 435 p. L&PM Editores

Sinopse: A história de Camilo Mortágua visa reproduzir o drama de dezenas de famílias gaúchas que, baseando seus rendimentos na exploração de rebanhos na fronteira, levaram suas vidas luxuosas na capital do Estado, num fausto que fez época e que, com o passar do tempo, terminou por arruiná-las. Josué Guimarães busca traçar um perfil preciso de seus personagens, mesclando fantasia e realidade. São homens e mulheres que se movimentam com independência na trama de suas vidas. Vencedores e perdedores; amores intensos e solidão; poder e miséria. Onde comprar: Amazon

Reflexos do Baile (Antonio Callado) | Romance, 224 p. Editora José Olympio

Sinopse: conta a história do sequestro de um embaixador, prática comum à época, durante um baile de gala. A narrativa evidencia a necessidade do autor de levar informação ao público, qualquer semelhança com a realidade não é mera coincidência. O romance é contado a partir de bilhetes e fragmentos de cartas escritos durante o período do sequestro, construindo uma trama de segredos, mistérios e codinomes. Um dos livros sobre a ditadura no Brasil de Antonio Callado. COMPRE NA AMAZON

Bar Don Juan (Antonio Callado) | Romance, 320 p. José Olympio Editora

Sinopse: Uma narrativa poderosa, que se mantém atual mesmo – ou principalmente – com o passar do tempo. Fala-se em esquerda festiva, dos intelectuais sonhadores, de um Brasil com uma efervescência política parecida com a dos protestos iniciados em junho de 2013, embora Callado tenha escrito há tantos anos. Marcado pela desilusão dos projetos de luta armada entre os setores de esquerda na classe média, o autor narra a vida de um grupo de amigos que se envolve no combate à ditadura em meio à discussões políticas na boemia carioca. Onde comprar: Amazon

Tropical sol da liberdade (Ana Maria Machado) | Romance, 376 p. Alfaguara

Sinopse: ‘Tropical sol da liberdade’ tem como protagonista Maria Helena, Lena, uma escritora que vive uma crise e se recupera ao lado da mãe, em uma casa de praia. Construída entre passado e presente, memória e consequências, a narrativa leva o leitor ao período da Ditadura brasileira, enquanto Lena traz à tona as traumáticas vivências desses anos em uma tentativa de cura, para retomar sua caminhada ao futuro. COMPRE NA AMAZON

Não falei (Beatriz Bracher) | Romance, 152 p. Editora34

Sinopse: Narrado na primeira pessoa, este romance de Beatriz Bracher tem como protagonista um professor que as vésperas de mudar de cidade, se põe a refletir sobre o período da luta armada no Brasil dos anos 60 e 70 e as contradições que daí resultaram para o país e para sua vida. Onde comprar: Amazon

Volto semana que vem (Maria Pilla) |Romance, 96 p. CosacNaify

Sinopse: Volto semana que vem é o que a narradora deste livro responde ao pai ao sair de casa num dia de 1970, quando ele pergunta, espantado, aonde ela vai. “Mais de dez anos se passaram até eu voltar àquela cozinha”, conclui ela em seguida. Composto por recortes de memória, o livro é o retrato de uma vida brasileira exemplar: a de quem foi criança logo depois da Era Vargas (o dia do suicídio de Getúlio é uma das primeiras cenas evocadas aqui), cresceu nos tempos de Juscelino, foi jovem com a ditadura, militou com a esquerda, conheceu a prisão, a tortura e o exílio. Mais um dos livros sobre a ditadura no Brasil. Onde comprar: Amazon

Sombras de reis barbudos (José J. Veiga) | Romance, 152 p. Cia das Letras

Sinopse: Publicado pela primeira vez em 1972, Sombras de reis barbudos foi tido como alegoria do regime militar brasileiro, ao contar a história de uma cidade que recebe a Companhia Melhoramentos de Taitara, símbolo da modernidade. Aos poucos, porém, a empresa impõe uma rotina tirânica aos moradores. COMPRE NA AMAZON

Não és Tu, Brasil (Marcelo Rubens Paiva) | Romance, 312 p. Editora Objetiva

Sinopse: Fundindo elementos históricos à ficção, Marcelo Rubens Paiva recria neste livro o cerco aos guerrilheiros da VPR – Vanguarda Popular Revolucionária, organização de guerrilha comandada pelo ex-capitão Carlos Lamarca -, no Vale do Ribeira, em 1970. O episódio conhecido como a Guerrilha do Vale do Ribeira impôs uma surpreendente derrota aos mais de 1500 homens das Forças Armadas que perseguiam cinco guerrilheiros, entre eles Lamarca. Onde comprar: Amazon

Os que bebem como cães (Francisco de Assis Brasil) | Romance, 143 p. Editora Ediouro

Sinopse: Um dos livros sobre a ditadura no Brasil mais intenso! Os que Bebem Como os Cães deu novamente a Assis Brasil o Prêmio Walmap, em 1975. È uma obra de cunho político. Aqui, o autor denuncia o submundo da opressão militar. Embora não seja evidenciado o tempo em que transcorre a narrativa, fica implícito se tratar da ditadura militar no Brasil. Onde comprar: Amazon

K (Bernardo Kucinski) | Romance, 192 p. CosacNaify

Sinopse: O romance do jornalista Bernardo Kucinski narra a história de um pai em busca da filha que desapareceu, como tantos outros, durante a ditadura no Brasil. A narrativa de Kucinski é feita de capítulos quase independentes, apresentando vários ângulos de uma mesma história – a história da ausência e da impunidade. Onde comprar: Amazon

O amor de Pedro por João (Tabajara Ruas) | Romance, 344 p. Editora 4

Sinopse: “Romance de aventuras freqüentemente animado por sopro épico; romance político sobre os anos dramáticos vividos pelo Brasil e pelo Chile, cujos governantes eleitos foram depostos de forma implacável por golpes militares; romance de formação em que os protagonistas juvenis realizam uma áspera aprendizagem da vida, conhecendo o exílio, a dor, o medo, a impotência e o heroísmo nas ações cotidianas.” Onde comprar: Amazon

Incidente em Antares (Érico Veríssimo) | Romance, 496 p. Cia das Letras

Sinopse: É 11 de dezembro de 1963. Greve geral em Antares. O fornecimento de luz é interrompido, os telefones não funcionam mais, os coveiros encostam as pás. Dois dias depois, uma sexta-feira 13, sete pessoas morrem – entre elas d. Quitéria, matriarca da cidadezinha. Insepultos e indignados, os defuntos resolvem agir – querem ser enterrados. Reunidos no coreto, decidem empestear com sua podridão o ar da cidade. Enquanto ninguém os enterra, porém, resolvem acertar as contas com os vivos e passam a bisbilhotar e infernizar a vida dos familiares. COMPRE NA AMAZON

É tarde para saber (Josué Guimarães) | Romance, 144 p. L&PM Editores

Sinopse: Um dos livros sobre a ditadura no Brasil que jamais poderia ficar de fora da estante de um bom leitor: no RJ da década de 1970, Mariana e Cássio vivem uma grande paixão. Mas ela é filha de um rico empresário simpatizante da ditadura militar, e ele, um rapaz de origem humilde. No período mais repressivo do regime, quando todas as manifestações intelectuais e artísticas eram duramente censuradas, quando informantes do governo infiltravam-se entre os jovens nas salas de aula do país e a vida política nada mais era do que um jogo de cartas marcadas, a triste realidade faz divergir o caminho dos dois jovens. Mariana prossegue com a sua protegida existência pequeno-burguesa, enquanto Cássio vai para a guerrilha e cerca a própria existência de mistério. Onde comprar: Amazon

Se eu olhar para trás (Ademir Furtado) | Romance, 191 p. Editora Dublinense

Sinopse: Edimar, funcionário público às vésperas da aposentadoria, recebe um telefone inesperado: um estranho quer saber o paradeiro de documentos secretos do seu falecido pai, respeitadíssimo professor universitário. Na busca pelos papéis e pela verdade, ele revisita sua própria história: a chegada à capital nos anos 70, o ingresso na universidade nos tempos de ditadura militar, o início da carreira à sombra do pai, o recato da vida amorosa. Nesse caminho sem volta, descobre que vasculhar o passado significa também rever a sua vida tranquila no presente. Leia a resenha aqui.

Zero – Ignácio de Loyola Brandão | Romance, 390 p. Global Editora

Sinopse: José e Rosa se amam entre tapas e beijos. Na lua-de-mel, quebram recordes sexuais. Átila, um homem sempre apaixonado pelas modelos dos comerciais. São Paulo, uma feira de aberrações e anormalidades. Agonia e monotonia da vida em um conjunto habitacional. Na sociedade, mentiras, corrupção, fraudes. O governo gerando violência, tortura, esquadrões da morte. O menino que tinha música na barriga. A mediocridade dos programas de auditório na televisão. Este livro trata-se de um romance duro, sarcástico, irônico e rude. Onde comprar: Amazon

Quarup (Antonio Callado) | Romance, 573 p. José Olympio Editora

Sinopse: Considerado pela crítica uma das obras mais representativas do Brasil após a instauração do Regime Militar, “Quarup” retrata através seu protagonista Nando, o retrato de um país em conflito. Onde comprar: Amazon

Ainda Estou Aqui (Marcelo Rubens Paiva) | Romance, 296 p. Alfaguara

Sinopse: Eunice Paiva é uma mulher de muitas vidas. Casada com o deputado Rubens Paiva, esteve ao seu lado quando foi cassado e exilado, em 1964. Mãe de cinco filhos, passou a criá-los sozinha quando, em 1971, o marido foi preso por agentes da ditadura, a seguir torturado e morto. Ao falar de Eunice, e de sua última luta, desta vez contra o Alzheimer, Marcelo Rubens Paiva fala também da memória, da infância e do filho. + Amazon

O que é isso, companheiro? (Fernando Gabeira) | Romance, 232 p. Cia das Letras

Sinopse: No final da década de 60 o atual deputado federal Fernando Gabeira envolveu-se na guerrilha urbana e tornou-se um dos homens mais procurados do país, mergulhado até o pescoço em ações espetaculares que iriam transformar radicalmente a sua vida – e a de muitos outros. Em 1979 ele lançou O que é isso, companheiro?, em que busca compreender o sentido de suas experiências – a luta armada, a militância numa organização clandestina, a prisão, a tortura, o exílio – e no qual elabora, para a sua e para as gerações seguintes, um retrato autêntico e vertiginoso do Brasil dos anos 60 e 70. + Amazon

LEIA TAMBÉM: 23 romances políticos sobre o Brasil

Os Carbonários (Alfredo Sirkis) | Romance, 501 p. Editora BestBolso

Sinopse: Considerada a melhor história dos anos de chumbo, vencedora do Prêmio Jabuti, a narrativa de Sirkis se refere a um período de 43 meses, entre outubro de 1967 e maio de 1971. Um relato sobre o movimento estudantil de 1968 e seu esmagamento pelo regime militar; como um jovem secundarista se torna um guerrilheiro urbano; o seqüestro dos embaixadores da Alemanha e da Suíça e a libertação de 110 presos políticos; as façanhas e os dilemas de Carlos Lamarca; a crise e a destruição da guerrilha.Um testemunho real, eletrizante e cheio de suspense. Da lista dos livros sobre a ditadura no Brasil, o mais visceral. Onde comprar: Amazon

Outros cantos (Maria Valéria Rezende) | Romance, 146 p. Alfaguara

Numa travessia de ônibus pela noite, Maria, uma mulher que dedicou a vida à educação de base, entrelaça passado e presente para recompor uma longa jornada que nem mesmo a distância do tempo pode romper. Em uma escrita fluida, conhecemos personagens cativantes de diversos lugares do mundo e memórias que desfiam uma série de impossíveis amores, dos quais Maria guarda lembranças escondidas numa “caixinha dos patuás posta em sossego lá no fundo do baú”. Onde comprar: Amazon

VEJA: Além dos livros sobre a ditadura no Brasil: 17 museus para conhecer a história brasileira

Você vai voltar pra mim e outros contos (Bernardo Kucinski) | contos, CosacNaify

Sinopse: estes contos retratam a atmosfera opressiva dos anos de chumbo da ditadura militar brasileira. Mostram que não só as vidas de militantes de esquerda, mas também as de cidadãos comuns, servidores públicos, jornalistas e sindicalistas foram afetadas pelas prisões, torturas, desaparecimentos e perseguições. Escritos em linguagem clara e direta, mas não sem pitadas de delicada ironia, são textos que comovem e provocam ao retratar os pequenos e grandes dramas humanos vividos naqueles tempos sombrios. Onde comprar: Amazon

Notas de Um Tempo Silenciado (Robson Vilalba) | HQ, 104 p. Editora 8Inverso

Sinopse: “Nem toda a história foi contada. Algumas permaneceram esquecidas, outras foram silenciadas… mas, nem por isso, apagadas da memória individual e coletiva da resistência o Golpe de 1964. Um olhar profundo sobre aquele período, um mosaico de elementos que, em sua particularidade, revelam a cada capítulo, a cada traço, o que teria sido viver e sobreviver à ditadura e, hoje, poder contá-la.” Onde comprar: Amazon

Ditadura no ar (Raphael Fernandes e Abel) | HQ, independente

Informações: “uma história em quadrinhos policial ambientada no regime militar brasileiro”. Saiba mais aqui

A Dama do Martinelli, (Marcela Godoy e Jefferson Costa) | HQ, Devir Livraria, 152 p.

Sinopse: Perseguida pela ditadura militar no Brasil da década de 1970, uma família acaba indo morar no edifício Martinelli, no centro da cidade de São Paulo. Lá, seus integrantes descobrirão que as paredes do famoso edifício paulistano escondem muito mais do que perseguidos políticos… Onde comprar: Amazon

Conheça um Clube de Leitura sobre a Ditadura:

Lendo a Ditadura é um projeto literário muito bacana, que começou em 2015. Consiste em, simplesmente, ler os livros, seja um romance, conto, histórico, etc, sobre o Golpe de 64 e tudo que envolve essa parte tão triste de nossa história. Visite o blog, participe! E conheça a página do projeto no Facebook.


Esta lista de livros sobre a ditadura no Brasil só foi possível com a ajuda de amigos e colaboradores deste blog. Muito obrigada!

Compartilhe:
Imagem padrão
Francine Ramos
Editora da Livro&Café desde 2011. É professora de Língua Portuguesa e tenta ser escritora (um conto seu foi publicado na coletânea Leia Mulheres, em 2019). Acredita que os livros podem mudar o mundo e ama Virginia Woolf.

Assine nossa newsletter

Toda semana um resumo com os principais conteúdos da revista em seu e-mail!

9 comentários

  1. Eu acrescentaria na lista o romance “Enquanto meu pai morre”, de Alfredo Guimarães Garcia, editado pela Pará.grafo.

  2. Tenho um romance que trata de luto e ditadura militar no Brasil: O indizível sentido do amor, ed. Patuá, 2017. Há também Mulheres que mordem, de Beatriz Leal, que fala da ditadura militar argentina, especificamente sobre as mães da Praça de Maio. Beatriz é brasileira e, como eu, mora em Brasília. A lista é muito grande: Resistir é preciso, de Alípio de Freitas, jornalista português, foi o primeiro livro publicado no Brasil sobre a ditadura. Este não é de ficção e é fundamental.

  3. Imaculada – de Denise Assis (Editora Topbooks), é inspirado na saga da Madre Maurina Borges da Silveira e conta o drama de uma freira presa por suspeita de colaborar com a luta armada. Imaculada é seviciada na tortura e seu nome entra na lista dos trocados pelo cônsul do Japão, que seguiram para o México. Há a suspeita de que pudesse estar grávida, o que faz com que apressem a sua saída do país.

  4. A ditadura foi algo horrível, a tempos venho querendo ler livros a respeito e esse post me deu ótimas dicas, parabéns. Quero convidar vocês seguirem meu blog, é um blog sobre livros baguncaliterariaa.blogspot.com . É bem fácil se tornar membro, basta ter uma conta no google, isso mesmo um gmail. O legal de ser membro é que você poderá participar de sorteios ;), siga também o instagram do blog @baguncaliteraria3571 e curta a nossa página no facebook https://www.facebook.com/baguncaliterariaa/?fref=ts. Muito obrigada.

  5. Olá. Gostei muito da relação e conferi alguns títulos que ainda me faltam ler e ter na minha biblioteca. Gostaria de sugerir mais três obras, entre outras que poderiam ser incluídas: 1. 1968 – O Ano que Não Terminou (Zuenir Ventura); 2. Batismo de Sangue (Frei Betto); 3. Brasil Nunca Mais (Dom Paulo Evaristo Arns)

    • Oi!
      Sim, ainda mais neste momento em que vivemos, precisamos conhecer mais a nossa história, para não repetirmos os mesmo erros.
      Vou lá visitar o seu blog sim.
      🙂

Deixe um comentário