6 Livros Para Pensar Sobre a Cultura do Estupro

Cultura do Estupro é um termo utilizado para enfatizar não somente o estupro como uma violência em si, mas também na reflexão psicológica e social que leva a mulher, inserida em um sistema patriarcal, não ter direito ao próprio corpo, ficando sempre vulnerável ao olhar do outro, que a julga e a define de acordo com os seus desejos. Assim, o homem realiza a violência por meio da culpabilização da mulher, como se algo que ela faz, veste ou diz é motivo para receber a violência. Ou seja, a cultura do estupro culpa a vítima e deixa livre o estuprador.

Pensando nisso, relacionei abaixo alguns livros que possuem algum tipo de violência contra a mulher, seja física, psicológica ou social, pois acredito que pensar sobre o assunto continuamente é o melhor jeito de enfrentarmos essa cultura que prejudica tantas mulheres diariamente (pequenas situações do enredo serão reveladas, fica por sua conta e risco):

Romances sobre a cultura do estupro:

Reze pelas mulheres roubadascultura do estupro (Jeniffer Clement)

Um livro sobre o tráfico de mulheres, prostituição e uma situação em que meninas se vestem de menino para não serem literalmente roubadas. Ou seja, a mulher não é dona de si mesma. (Resenha e vídeo)

Uma Duas (Eliane Brum)

Aqui uma personagem passa por diversas situações traumáticas durante toda uma vida. A sua iniciação sexual aconteceu sem ela ao menos saber o que estava acontecendo. Uma história profunda e forte sobre, de novo, as inúmeras formas em que as mulheres sofrem violência psicológica e mal sabem o que está lhes acontecendo. (Resenha e vídeo aqui)

O Amante (Marguerite Duras)

Se Lolita é a história de um homem mais velho que interessa-se por uma menina muito jovem para ele (pedofilia sim), O Amante é como se fosse uma outra versão da história, pois uma garota de 15 anos conta a sua experiência de iniciação sexual com um homem muita mais velho que ela… (Resenha e vídeo aqui)

Contos:

cultura do estuproO baralho erótico (Mia Couto, no livro Contos do Nascer da Terra)

Um conto muito violento, que mostra a violência física sofrida por um mulher, pelo sue marido. (Leia a resenha ou veja o vídeo aqui)

Os Negros Olhos de Vivalma (Mia Couto, no livro Contos do Nascer da Terra)

Pelo título, saiba que os olhos negros é também por violência física. Cruel e difícil… (Leia a resenha ou veja o vídeo aqui)

Gigante do Volante (Stephen King, conto do livro Escuridão Total sem Estrelas):

Um conto que começa com uma cena de estupro, contada em detalhes. Em seguida apresenta a mulher que sofreu violência como um tipo de heroína (que não é legal), que procura se vingar do homem que a estuprou. (Leia a resenha ou veja o vídeo aqui)

As Crônicas de Gelo e Fogo (George R. R. Martin)

Comecei a ler o livro no mês passado e ainda não cheguei a uma parte que contenha estupro, porém, sei que há muitos estupros em todos os livros e muito mais série da HBO. A pergunta que fica é sobre a necessidade real de inserir tanta violência contra a mulher na história. Alguns indagam que assim é porque o cenário da história tem um clima medieval, por outro lado, a história é fantasia, com direito a monstros, magia, etc, o que descaracteriza-a como algo que precise colocar elementos equivalentes à realidade. Portanto, eu, como ainda não li os livros, não tenho opinião formada sobre o assunto, mas vale a pensa pensar e repensar sobre o estupro nas obras de ficção.

Avatar
Francine Ramos

Faz da Livro&Café parte essencial de sua vida desde 2011. É professora de Língua Portuguesa, adora ler, escrever (um dia vai publicar um livro) e trabalhar com mediação de leitura. Acredita que os livros podem mudar o mundo e ama Virginia Woolf.

2 Comentários
  1. Um livro pesado, mas que fala de estupro coletivo, é A Filha do General. E de como a vida dela foi destruída porque não quiseram ir atrás dos estupradores. Tem um filme baseado no livro e a cena é uma das coisas mais pavorosas que o cinema já fez. =(

    1. Obrigada pela dica, vou pesquisar mais sobre o livro, mas não sei se tenho coragem de ver esse filme :/ Bjo!

Deixe um comentário

O seu e-mail não será publicado