15 escritoras russas para conhecer

É comum a afirmação sobre o quanto ler os russos é importante. E eu sinto que isso é uma dívida literária que tenho comigo mesma. Pesquisando um bom caminho para começar a conhecer esses grandes nomes, percebi que, raramente, as listas mostram as escritoras russas. Preocupada com isso, fiz uma lista de 15 escritoras russas para conhecer e, infelizmente, poucas obras estão disponíveis no Brasil. Confira:

Bella Akhmadulina

1. Bella Akhmadulina

Bella Akhmadulina (1937 – 2010) foi uma poetisa russa muito aclamada em seu país. O acesso às suas obras não é muito fácil, mas aqui você pode conferir algumas de suas poesias em inglês.

2. Tatyana Tolstaya

Nascida em 1951, Tatyana Tolstaya, “atualmente, mora em Moscou, onde, antes de começar a escrever, trabalhou durante vários anos numa editora estatal. No degrau de ouro, sua estréia como escritora, teve a primeira edição esgotada em tempo recorde na Rússia e vem sendo traduzido em diversos países.” O livro de contos pode ser comprado na Estante Virtual.

3. Sofia Tolstói

Sofia Tolstói (1844-1919) foi casada com León Tolstói, a escritora deixou uma pequena produção literária, com conteúdos autobigraficos. Aqui no Brasil, não encontramos a obra dela. Na Amazon, há uma edição dos diários da autora e também alguns livros sobre ela (em espanhol).

Liudmila Ulitskaia

4. Liudmila Ulitskaia

Liudmila Ulitskaia ganhou o prêmio “Simone de Beauvoir” em 2011. Esse prêmio é, geralmnte, atribuído em reconhecimento das conquistas realizadas na evolução do feminismo. No Brasil, é difícil encontrar obras da autora, mas a editora Relógio D’água mantem em seu catálogo o livro “Funeral Divertido“. Segundo a escritora Olga SlavnikovaUlitskaia olha os aspectos mais vulneráveis da vida das mulheres e suas tragédias com um olhar de médico, sério e racional. 

escritoras russas5. Olga Slavnikova

Olga Slavnikova também é jornalista e iniciou sua carreira como escritora nos aos 80 e conseguiu prestígio rapidamente por conta dos diversos prêmios que ganhou. Em 2006 ganhou o “Russian Booker Prize” pelo seu livro “2017“, inédito no Brasil.

6. Ayn Rand

Ayn Rand foi escritora, dramaturga, roteirista e filósofa. Nasceu na Rússia em 1905 e faleceu em Nova York em 1982. De origem judaico-russa, ficou conhecida por desenvolver o sistema filosófico “Objetivismo”, e por seus romances. Por ter vivido quase toda a sua vida nos EUA, sua obra é considerada “norte-americana”. Entre os seus romances, destacam-se: “Cântico” e “A revolta de Atlas”, ambos disponíveis na Amazon.

7. Maria Arbatova

Maria Arbatova nasceu em 1957 e um dos seus livros mais famosos é “My Name is Woman” (inédito no Brasil) e aborda um assunto conflituoso e de extrema importância, o aborto. Na história, a personagem principal traz reflexões profundas sobre a sua própria vida e a mulher na sociedade.


Ludmila Petrushevskaya

8. Ludmila Petrushevskaya

Ludmila Petrushevskaya, aos 79 anos, é considerada uma das escritoras contemporâneas mais proeminentes da Rússia. Em diversos países, a autora é conhecida pela série “There Once Lived a Woman Who”. Disponível na Amazon, em inglês.

9. Elena Guro

Elena Guro ( 1877-1913), além de escritora, foi uma artista, poeta, editora e pintora ligada aos movimentos Cubofuturismo e Impressionismo. “Única mulher entre os primeiros futuristas russos, explorou imagens irreais, justapondo experiências rurais e urbanas, reverenciando a infância e a natureza, entretecendo prosa e poesia em linguagem escassa e ritmos pouco convencionais.” Aqui você encontra algumas poesias da autora.

10. Aleksandra Marínina

Escritora de romances policiais inédita no Brasil, Aleksandra Marínina escreveu mais de 30 romances, publicado em mais de 20 idiomas. Em 1995, a escritora recebeu o prêmio do Ministério dos Assuntos Internos da Rússia, com o livro sobre o trabalho da milícia russa: “Death for the Sake of Death” and “Away Game”.

escritoras russas
Vera Broido

11. Vera Broido

Escritora e cronista da revolução russa, Vera Broido (1907 – 2004), por questões políticas, mudou-se muito nova de seu país e, quando se mudou para a Inglaterra, passou a escrever livros sobre as mulheres durante a revolução russa, os mencheviques e uma autobiografia de sua infância na Rússia e de sua jornada pela Europa. Também inédita no Brasil.

12. Marina Tsvetaeva

Marina Tsvetaeva (1892 – 1941) sofreu as terríveis consequências da guerra (foi presa, viveu foragida etc) e suicidou-se em 1941, porém, há rumores sobre a sua morte ter sido causada por algum agente de guerra. Sua filha, Ariadna Efron é que publicou a obra da mãe, que, por conta do regime soviético, permaneceu inédita até depois da II Guerra, quando passou a ser publicada em folhas clandestinas. A autora escreveu poesia, teatro e prosa.

Polina Zherebtsova

13. Polina Zherebtsova

A escritora nasceu em 1985 e é conhecida por escrever diários de guerra. Começou o seu trabalho aos 9 anos, quando manteve um diário sobre os conflitos de guerra que ela vivenciou, o que lhe rendeu o apelido de “nova Anne Frank”. Inédita no Brasil, no YouTube há um video que mostra um pouco do trabalho da autora.

14. Elena Andreyevna Fadeyeva

escritoras russas
Svetlana Alliluyeva

Com um papel importante no movimento feminista russo, Elena Andreyevna Fadeyeva (1814 –  1842) pertencia à realeza russa. Em 1830 casou-se para cumprir as exigências da família, o que resultou em um casamento infeliz. Por conta disso, a escritora se refugiou na literatura, escrevendo novelas sob o pseudônimo de Zeneida R-va e cujo tema principal eram as mulheres e as suas condições de vida social. Também inédita no Brasil.

15. Svetlana Alliluyeva

Conhecida também pelo pseudônimo Lana Peters. Svetlana Alliluyeva (1926-2011) foi a filha mais nova do líder soviético Josef Stalin. Por denunciar o regime imposto por seu pai e também para ficar longe dos abusos familiares cometidos por ele, fugiu para os EUA 1967. Tornou-se professora e tradutora e escreveu 3 livros, inéditos no Brasil: Twenty Letters To A Friend , Only Onne Year e Faraway Music. Na Amazon você encontro uma biografia, em inglês, da autora.

Leia também: 5 motivos para ler Svetlana Aleksiévitch


Default image
Francine Ramos
Editora da Livro&Café desde 2011. É professora de Língua Portuguesa e tenta ser escritora (um conto seu foi publicado na coletânea Leia Mulheres, em 2019). Acredita que os livros podem mudar o mundo e ama Virginia Woolf.

3 comentários

  1. Que post ótimo! Depois de ler muitos, muitos russos, também parei para pensar onde estavam as escritoras. Comecei a pesquisar e a primeira russa que li foi Teffi. Li “Tolstoy, Rasputin, Others, and Me”. “Memories: From Moscow to the Black Sea” também já está na minha estante, esperando a vez. Acabei de comprar também o “City Folk and Country Folk”, da Sofia Khvoshchinskaya, que acabou de ser publicado em inglês. Em português eu não encontrei praticamente nada, apenas 3 contos de mulheres na Nova Antologia do Conto Russo, da Editora 34 (Teffi, Tatiana Tolstaia e Liudmila Petruchévskaia). Não sabia que tínhamos a Liudmila Ulitskaia publicada aqui, só sabia de algumas escritoras de poesia, que não é meu gênero. Queria ver as russas publicadas no Brasil!

  2. Gostei muito da lista, uma pena que a maioria ainda não foi publicada no Brasil.

    Beijos,
    Karine
    http://docesuburbia.com.br

Deixe um comentário