Os 5 livros de Gregório Duvivier: leia os cinco!

Compartilhe:

E mais conversa e mais cerveja, chegamos a conclusão que todos são muito bons e merecem a leitura. Confira aí: os 5 livros de Gregório Duvivier: leis os cinco!

Há um tempo que acompanho a trajetória de Gregório Duvivier: ator, humorista, roteirista e escritor. A carreira dele começou mesmo a aparecer por conta do canal de humor Porta dos Fundos e se você nunca viu um vídeo desse turma, talvez você não seja deste planeta. Mas antes dessa exposição na internet, o cara já mandava muito bem no teatro e também como roteirista. O

Ontem, na mesa do bar, começamos a falar sobre Gregório, porque ele defende opiniões políticas que concordo muito e apresenta o Greg News, que, de verdade, dá um pau em muito jornais da tv. E claro que, papo vai, papo vem, comentamos sobre os livros dele. Engraçado que, na mesa do bar, todos nós tínhamos lido pelo menos um livro do cara. E mais conversa e mais cerveja, chegamos a conclusão que todos são muito bons e merecem a leitura. Confira aí: os 5 livros de Gregório Duvivier: leis os cinco!

Se você gosta de poesia:

Ligue os pontos

Ligue os pontos mostra que, para além da prosa humorística, o tratamento lúdico das palavras pode render poesia de qualidade. Flashes pungentes e irônicos da adolescência – o autor é um expoente da “geração do bug do milênio” -, o mistério da criação, as palavras e suas relações inusitadas, a experiência do amor vivido enfim como gente grande, a transitoriedade de tudo: tendo a geografia sentimental do Rio de Janeiro como pano de fundo, a constelação de poemas de Ligue os pontos revela uma dicção marcadamente individual, que flerta, contudo, com o melhor da tradição carioca nonchalante , e extrai do dia a dia compartilhado imagens de desconcertante beleza. + Amazon

Gregório Duvivier

A partir de amanhã eu juro que a vida vai ser agora

No livro, esse humor apresenta uma riqueza de nuances, indo do lúdico ao cáustico. Em outros momentos o autor nos brinda com um “delicado toque lírico”, como define Paulo Henriques Britto. Ainda há espaço para brincadeiras com a poesia visual, como nos poemas “a régua e esquadro”. O ecletismo característico da nova geração de poetas brasileiros está presente em A partir de amanhã eu juro que a vida vai ser agora. A multiplicidade de referências e os jogos com a linguagem e a forma são traços marcantes dos poemas de Gregorio. + Amazon

Se você prefere prosa:

Put some farofa

Publicada em julho de 2014, a crônica que dá título a este volume, que cria uma conversa imaginária entre um brasileiro e um gringo visitando o Brasil durante a copa, rapidamente se tornou um viral de internet com mais de 230 mil compartilhamentos, até ser comentada em artigo do Washington Post. Trata-se de uma amostra da verve humorística — embebida de zeitgeist, crítica ferina e muito afeto — de Gregorio Duvivier, um dos autores mais inventivos e promissores do Brasil na atualidade. Reunindo o melhor de sua produção ficcional, Put some farofa traz textos publicados na Folha de S.Paulo e esquetes escritos para o canal Porta dos Fundos, além de alguns inéditos. + Amazon

Gregório Duvivier

Caviar é uma ova

“Neste ensaio pioneiro, o jornalista e professor Eugênio Bucci analisa as revoltas de junho de 2013, que levaram milhões de pessoas às ruas de todo o Brasil, e examina seus efeitos sobre as manifestações dos anos seguintes que contribuíram para a instauração do processo de impeachment de Dilma Rousseff. Ao refletir sobre os movimentos políticos de nossa época, o autor recorre a uma refinada análise da linguagem, mostrando de que forma as palavras e imagens que inundaram as ruas durante os protestos fogem à nossa compreensão. Denso na argumentação, mas leve e fluente na forma da escrita, este novo ensaio de Bucci é uma reflexão poderosa sobre a crise do pensamento e das mutações políticas.” + Amazon

Se você gosta de ilustrações:

Percatempos – Tudo que faço quando não sei o que fazer

Depois de surpreender a todos com sua verve poética, em Ligue os pontos, e de se consolidar como um dos mais inventivos cronistas brasileiros da nova geração, com Put some farofa, o aclamado ator e roteirista do Porta dos Fundos revela nova face de seu talento. Com influência de Millôr, Sempé, Steinberg e de sua avó Ivna, Gregório Duvivier nos oferece dezenas de desenhos inéditos de nanquim e aquarela, que conciliam o lirismo, a irreverência e o engenho já familiares a seus fãs. Em um passeio pelo repertório cultural do autor, vemos reinventadas vida e língua cotidianas. A originalidade e o frescor de Gregório estão de volta, dessa vez para enriquecer a tradição de nosso humor gráfico.

Conheça 30 livros de literatura brasileira para baixar em pdf

Compartilhe:
Imagem padrão
David Santos
David Santos Machado tem 28 anos, mora em Itapetininga – SP. Gosta mais de livros que café, mas acha divertida essa junção. Acredita que Poe ainda vive – em um canto de sua própria casa. Teme ficar obcecado por isso, mas se controla ao som de música clássica e uísque, mas só aos finais de semana.

Assine nossa newsletter

Toda semana um resumo com os principais conteúdos da revista em seu e-mail!

Deixe um comentário