[Editorial 5] Casamento & Arte

Maio chegou. E com ele chegou o mês das mães e o mês das noivas, ambos intimamente ligados. O casamento ainda hoje é uma celebração religiosa, jurídica e social buscada por muitos, especialmente por mulheres que se veem compelidas a buscar um matrimônio e formar uma família para legitimar a sua função de esposas (e de mães).

Casamento é espaço de amor e cumplicidade entre as pessoas envolvidas no relacionamento; é também espaço de violência por muitos. Até que ponto o casamento legitima os abusos? O que ainda move alguém a se casar? Como as pautas feministas lidam com o assunto? Por isso, discutir a instituição do matrimônio e tudo que a permeia é importante para pensarmos o mundo que queremos construir.

Neste editorial, vamos trazer conteúdo sobre o casamento na sociedade atual e também a sua representação nas artes em geral: literatura, cinema, música, pinturas etc.

A foto que escolhemos para ilustrar é do casamento da atriz Madge Elliott com Cyril Ritchard, em 16 de setembro de 1935.

“Qualquer coisa é preferível ou suportável a um casamento sem afeição”, Jane Austen.

Bruna Bengozi e Francine Ramos
Editoras
Livro & Café

Francine Ramos

Faz da Livro&Café parte essencial de sua vida desde 2011. É professora de Língua Portuguesa, adora ler, escrever (um dia vai publicar um livro) e trabalhar com mediação de leitura. Acredita que os livros podem mudar o mundo e ama Virginia Woolf.

1 comentário

Leave a Reply

O seu e-mail não será publicado