Com homenagem a Paulo Freire, V Salão do Livro Político abre dia 27 em SP

Evento discute os temas mais candentes do momento com políticos e intelectuais como Fernando Haddad, Manuela D’Ávila, Flávio Dino, Guilheme Wisnick, João Cicsu e a reitora da PUC-SP, Maria Amália Andery. Centenas de títulos de 34 editoras terão descontos de até 50%

Com homenagem ao educador, pedagogo e filósofo Paulo Freire e debates que perpassam a cena política nacional e suas interseções globais, o Salão do Livro Político chega à quinta edição. Promovido por um grupo de editoras independentes dos grandes grupos empresariais em parceria com a PUC-SP, o evento se realiza este ano entre 27 e 30 de maio.

Educação será um dos temas mais abordados: da escolha do homenageado a debates sobre as ações do governo em exercício na área, sob os sugestivos títulos “Eles têm medo da educação?” e “Educação sem ideologia?”. O atual governo e o contexto em que se instalou na verdade pautam todas as mesas, que tratarão de tráfico e milícias, opressão da mulher, resistência antifascista, hegemonia cultural, restauração conservadora na América Latina, mídia (“A hora da autocrítica?”).

Entre os debatedores estão o ex-ministro da Educação e ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, o governador do Maranhão Flávio Dino, Manuela D’ávila e as deputadas Talíria Petrone e Erica Malunguinho. Além de intelectuais como Guilherme Wisnik, Leda Paulani, Flávia Birolli, Eduardo Fagnani, João Sicsu, Sabrina Fernandes, apelidada de “guru progressista” e “antiolavo”, e a reitora Maria Amália Andery, da PUC-SP. Jornalistas progressistas também estarão nas mesas: Natália Viana (Agência Pública), Carla Jimenez (El Pais), Eleonora de Lucena (Tutameia) e Laura Capriglione (Jornalistas Livres).

A programação é ainda permeada de atividades culturais, com curso de Sonia Couto sobre a relevância e atualidade de Paulo Freire, aula-teatro Maria, ainda com a temática freiriana, apresentações do Slam da Guilhermina, e dos grupos teatrais Arlequins (peça O Capital) e Quando Quebra e Queima, ambos reconhecidos internacionalmente.

Sobre o Salão: iniciativa de um grupo de editoras independentes de grandes grupos empresariais em parceria com a PUC-SP, o Salão do Livro Político tem como objetivo fortalecer as editoras, aumentar a visibilidade de suas obras e incentivar as vendas e a leitura de livros políticos, que representam atualmente em torno de 2,5% do total de obras publicadas por ano no Brasil (sociologia, filosofia e economia). O Salão recebeu cerca de 3,5 mil visitantes nas últimas edições e, entre os convidados, intelectuais e personalidades prestigiadas globalmente, como o escritor cubano Leonardo Padura, o sociólogo português Boaventura de Sousa Santos, o cientista político alemão, biógrafo de Karl Marx, Michael Heinrich, Marilena Chauí, Dilma Rousseff, José Genoíno.

V Salão do Livro Político
27 a 30 de maio, das 10h às 22h.
Tuca PUC-SP (Rua Monte Alegre, 1024, São Paulo, SP).
Facebook salaodolivropolitico      Intagram salaodolivropolitico      site salaodolivropolitico

Francine Ramos

Faz da Livro&Café parte essencial de sua vida desde 2011. É professora de Língua Portuguesa, adora ler, escrever (um dia vai publicar um livro) e trabalhar com mediação de leitura. Acredita que os livros podem mudar o mundo e ama Virginia Woolf.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.