5.000 professores e estudantes de Sorocaba participam da greve

Sorocaba também é resistência e luta contra os cortes na educação e contra a reforma perversa da Previdência. A concentração com manifestantes da área da Educação e que recebeu apoio de diversos segmentos profissionais ocorreu às 9h, na praça Coronel Fernando Prestes.

O recado ao governo Bolsonaro foi dado nas ruas centrais por, aproximadamente, cinco mil pessoas, entre estudantes, professores, trabalhadores em geral da Educação e de várias categorias, que saíram em passeata.

“Fazia tempo que Sorocaba não via uma manifestação desse tamanho”, diz o professor universitário João Negrão.

A ocupação da ruas centrais com gritos de guerra e faixas contra o retrocesso deu ânimo aos professores que afirmaram estar cansados de perderem tantos direitos.

A estudante da UFSCar Sorocaba Bianca Lima ressaltou “que essa manifestação da Educação tem tudo para aglutinar outros movimentos e ser permanente até barrar os cortes nos investimentos e também impedir a aprovação da reforma da Previdência”.

A determinação e a garra dos manifestantes ecoam por todo o país. A advogada Emanuela Barros, que é presidente do Conselho das Mulheres de Sorocaba,  acredita na potência desse “tsunami da Educação” para despertar toda a população sobre as graves ações do governo.

Conheça mais notícias de Sorocaba aqui!

Via SMetal

Francine Ramos

Faz da Livro&Café parte essencial de sua vida desde 2011. É professora de Língua Portuguesa, adora ler, escrever (um dia vai publicar um livro) e trabalhar com mediação de leitura. Acredita que os livros podem mudar o mundo e ama Virginia Woolf.

2 Comentários
  1. Um dos melhores cartazes expostos hoje na manifestação em Sorocaba: Sem educação já basta o presidente!

Leave a Reply

O seu e-mail não será publicado