O tempo entre costuras: que série incrível!

Muitas vezes, encontrar uma série para se apaixonar se torna algo difícil e demorado. No entanto, quando iniciei a série O tempo entre costura (disponível na Netflix), foi uma alegria imensa, muito mais do que o esperado. E irei explicar por quê.

A produção espanhola é sobre a vida de uma moça simples, que aprendeu a costurar com a mãe e apenas vive sua vida tranquila sem grandes perspectivas. Porém, depois de permanecer em um noivado sólido e sem muitas emoções, sua vida ganha novos rumos a partir do momento em que ela se apaixona por outro homem e ganha um bom dinheiro de seu, então desconhecido, pai.

O nome dela é Sira Quiroga e, a cada episódio, é possível perceber suas transformações de forma sutil. De uma simples costureira que sofre por amor, ela se torna, aos poucos, uma figura importante para a luta contra o fascismo de Hitler.

o tempo entre costuras
Cena da série espanhola “O tempo entre costuras”

Lindos cenários e personagens potentes

A história se passa em Marrocos e também na Espanha. Personalidades históricas cruzam o caminho de Sira Quiroga que, sem perder a ternura, consegue se reerguer e se reinventar a cada oportunidade que aparece em seu caminho.

O mais bonito, para mim, é como a história está amarrada. São 18 capítulos lindos, intensos, num ritmo maravilhoso e que cativam diversos tipos de público. O cenário também ajuda a gostar da série e, claro, aquele humor espanhol que muito se parece com o nosso!

O fim – mas sem spoiler!

Fiquei pensando no quanto ainda é possível construir histórias sem a necessidade de enredos sofisticados e reviravoltas mirabolantes! O tempo entre costuras é uma história consistente por conta da riqueza de seus personagens e da potência de seu enredo.

Por fim, conhecer Sira Quiroga, ver seu crescimento pessoal e profissional em meio a um cenário de tensão por causa da guerra, e também esperançoso por conta das pessoas incríveis que ela encontra em seu caminho, nos dá aquela certeza do quanto é possível (e necessário) construir personagens mulheres sem cair na mesmice das amarras e esteriótipos do patriarcado. Que série linda!

Confira o trailer:

o tempo entre costuras
Compre na Amazon

A série foi baseada em um livro!

A obra foi baseada em um livro, com o mesmo nome, da escritora María Dueñas, lançado em 2009. De lá para cá, a escritora tem se tornado um fenômeno literário e seus livros já estão espalhados pelo mundo!

Conheça outros livros da autora na Amazon.


Cafezinho, nossa nova coluna, tem como objetivo reunir indicações variadas com um diferencial: os textos serão curtos e até mais intimistas, bem propícios para se ler naquelas pausas de poucos minutos – ou em qualquer momento que você quiser, fique à  vontade! 

Anúncio
Avatar
Francine Ramos

Faz da Livro&Café parte essencial de sua vida desde 2011. É professora de Língua Portuguesa, adora ler, escrever (um dia vai publicar um livro) e trabalhar com mediação de leitura. Acredita que os livros podem mudar o mundo e ama Virginia Woolf.

1 comentário
  1. Que legal! Para mim, as duas melhores séries que já assisti na netflix sempre foram “O tempo entre costuras” e “Outlander”: dois temas completamente diferentes, mas ambas, com personagens femininas fortíssimas e brilhantemente construídas.
    Adorei sua resenha, Francine, é perfeita!
    beijão.
    helô.

Deixe um comentário

O seu e-mail não será publicado