11 podcasts sobre diversidade para escutar agora

Compartilhe:

11 podcasts sobre diversidade, um tema que não dá para ignorar

Sabemos que nos últimos anos, os podcasts se tornaram um verdadeiro fenômeno. E hoje temos programas sobre os mais variados assuntos, seja sobre literatura, cinema, negócios, política e muito mais. E sobre diversidade, será que existem debates em torno do tema? Pois eles existem sim!

Por isso, deixo aqui 11 sugestões para que possamos escutar e aprender mais sobre diversidade por meio dos podcasts! Todos estão disponíveis no Spotify e você pode ouvir pelo computador e celular!

1. Pink money e a diversidade de mercado – Sabrina Fernandes (Tese Onze) feat. Dimitra Vulcana

2. Diversidade: Dinheiro e Raça – Lambda3

3. Algoritmo G – Não precisa de mulher – Mamilos

4. A potência da diversidade – Gente Conversa

5. Diversidade étnica : negritude – Lambda3

6. Diversidade racial na universidade pública – DeLáPraCá

7. Diversidade: Pessoas com deficiência

8. O T da questão – Todas as Letras (Folha)

9. Teatro: gênero, teatro e Virginia Woolf

10. Representatividade assexual e arromântica na cultura pop – O Nome Disso É Mundo

11. A diversidade e a intolerância religiosa no Brasil – Café da Manhã (Folha)

E você já ouviu outros podcasts sobre diversidade? Compartilha com a gente nos comentários!


Leia mais: 

11 dicas de livros sobre diversidade na escola

Compartilhe:
Imagem padrão
Bruna Bengozi
Bruna é mestre em História pela USP e graduanda em Letras pela Univesp. Redescobriu (e redescobre) o amor pelos livros, pela música e pela vida. Aguarda ansiosamente a queda do capitalismo e do patriarcado. Sofre de "síndrome da impostora".

Assine nossa newsletter

Toda semana um resumo com os principais conteúdos da revista em seu e-mail!

6 comentários

  1. A gente está muito acostumado com o machismo que tem muita mulher feminista que se tem um pensamento masculinizado e nem percebe.

  2. 1. Pink money e a diversidade de mercado – Sabrina Fernandes (Tese Onze) feat. Dimitra Vulcana

    Achei maravilhosamente pertinente falar sobre representatividade substantiva. Estou cansado do mercado vender pessoas repaginadas e fingir que isso é representatividade e dos movimentos sociais sempre terem a sua frente pessoas de uma classe muito especifica.

Deixe um comentário