Todos os livros de Fernando Pessoa para download em pdf

Fernando Pessoa, poeta português, dispensa apresentações. Se você ainda não conhece a poesia desse grande autor, aproveite essa lista abaixo com todos os livros de Fernando Pessoa para download em pdf! Por ser um autor do século passado, todos os livros de Fernando Pessoa que estão disponíveis aqui, estão em domínio público. Aproveite e inspire-se!

Cancioneiro (Fernando Pessoa)

Da sinopse: “O livro apresenta ao leitor os poemas assinados por Fernando Pessoa com seu próprio nome e que foram publicados esparsamente em periódicos. A escolha de “cancioneiro” para este conjunto de poemas líricos, rimados e metrificados, de forte influência simbolista, não é aleatória: cancioneiro é o nome dado ao conjunto de poesias líricas medievais, portuguesas ou espanholas, fortemente ligadas à música, ao canto e à dança. As poesias do “Cancioneiro” pessoano, por sua vez, estão ligadas à tradição lírica portuguesa, também têm um ritmo e uma métrica com grande musicalidade.”

fernando pessoa
Edição de bolso da L&PM Pockets gratuito para Kindle Unlimited na AMAZON

Livro do desassossego

Da sinopse: “Composto de centenas de fragmentos, dos quais Fernando Pessoa publicou apenas doze, o narrador principal deste livro é o semi-heterônimo Bernardo Soares. Oscilando entre temas como as variações de seu estado psíquico, a paixão, a moral e o conhecimento, o livro não apresenta uma narrativa linear; antes é composto de diversos trechos e partes que se articulam de maneira mais ou menos aberta. Ainda assim, é a obra de Pessoa que mais se aproxima do romance.”

fernando pessoa
Edição da Companhia das letras com organização e notas diversas COMPRE NA AMAZON

Mensagem (Fernando Pessoa)

“Mensagem é o único livro publicado por Fernando Pessoa em língua portuguesa, em 1934, um ano antes de sua morte. Nos poemas deste livro há várias referências a reis e rainhas; infantes, regentes, príncipes e navegadores; registros de batalhas e revoluções.

A primeira parte do livro abriga as origens de Portugal e o início da expansão marítima. A segunda parte é uma alusão clara ao apogeu das grandes viagens e à grandiosidade do mar. E a terceira concentra-se na figura do rei D. Sebastião e abrange o longo período de decadência que se descortina a partir do seu desaparecimento.”

fernando pessoa
Imagem de capa da edição da editora Best Bolso COMPRE NA AMAZON

O banqueiro anarquista (conto de Fernando Pessoa)

Da sinopse para a versão Kindle: “O Banqueiro Anarquista consegue ser uma obra “sui generis” por ser uma das raras ficções escritas pelo autor e porque mesmo tendo Fernando assinado várias obras com outros nomes, esta ele decidiu publicar em seu próprio nome.

Seu livro, incrivelmente lacônico — com algumas poucas dúzias de páginas, desenvolve uma interessante história sobre o encontro de dois amigos, onde um, não nomeado, durante uma conversa após um jantar questiona o aparente conflito entre estilo de vida adotado e os supostos ideais defendidos pelo outro, o banqueiro anarquista. Por fim, juntos eles viajam pela vida do banqueiro, nos levando desde a sua juventude humilde até o sucesso financeiro de sua realidade atual, apresentando como as suas experiências de vida moldaram a sua percepção sobre o mundo, vencendo o mero idealismo.”

Poemas de Alberto Caeiro para download

Sinopse da edição da L&Pm Pockets: “Na vida de Fernando Pessoa, nenhum dia foi como o 8 de março de 1914, que ele mesmo batizou de ‘O dia triunfal’, nesse dia, o maior poeta da língua portuguesa e um dos maiores do século 20 criou Alberto Caeiro, Ricardo Reis e Álvaro de Campos – seus três heterônimos – deu-lhes biografia, biótipo, estilo literário, crenças etc.

Deles, o mestre é Alberto Caeiro – mestre do próprio Pessoa -, poeta-pastor da região do Ribatejo que despreza a metafísica, a filosofia, para quem a divindade é a própria natureza, para quem ‘pensar é estar doente dos olhos’ e inventor do ‘neopaganismo’.

Assim, quando da morte de Fernando Pessoa, em 1935, encontrou-se uma arca contendo a totalidade de sua obra (só o que havia sido publicado em vida foi Mensagem e um livro de poemas em inglês), quase toda inédita naquela época.

Dos heterônimos, apenas no caso de Caeiro havia uma organização de poemas atribuídos a ele pelo próprio poeta, que continha as séries de poemas ‘O guardador de rebanhos’, ‘O pastor amoroso’ e ‘Poemas inconjuntos’ (no caso dos outros heterônimos, especialistas tiveram de ir agrupando e selecionando as poesias). 

fernando pessoa
Edição de bolso da L&P Pocket COMPRE NA AMAZON

Poemas de Ricardo Reis para download

Sinopse da edição “Odes de Ricardo Reis”: “De acordo com a biografia criada pelo próprio Pessoa, Ricardo Reis nasceu em 1887 no Porto e estudou em um colégio de jesuítas. Foi médico e fixou residência no Brasil desde 1919. Reis é o heterônimo neoclássico, da métrica perfeita, da temática pagã e da consciência da passagem rápida do tempo. Entre seus temas recorrentes podemos citar o do sofrimento diante dos mistérios da vida e da morte e as relações com as suas musas, Lídia, Neera e Cloe. Segundo a avaliação de Pessoa, “Reis escreve melhor do que eu, mas com um purismo que considero exagerado”.”

Poemas de Álvaro de Campos para download

Sinopse da edição da L&PM Pockets: “Álvaro de Campos era, segundo Pessoa, “o mais histericamente histérico de mim”; era engenheiro, usava monóculo, e o poeta escrevia sob o seu nome quando sentia um súbito impulso de escrever não sei o quê.” Campos é o heterônimo da modernidade, da euforia, da irreverência total a tudo e a todos, cultuador da liberdade, sedento por experimentar todas as sensações a um só tempo e profundamente influenciado por Walt Whitman. De sua lavra são os célebres versos de “Opiário”, “Ode trinfual”, “Lisbon revisited” e “Tabacaria” – este último considerado dos mais belos poemas da língua portuguesa.”

Poesias inéditas de Fernando Pessoa para download

Em uma lista de Fernando Pessoa para download em pdf, não pode faltar esse grande livro!

Sinopse da edição da L&PM Pockets: “Pessoa nasceu em 1888, em Lisboa. Inventou vários heterônimos personagens com vidas, personalidades e estilos de escrita próprios e sob o nome deles escreveu grande parte de sua obra poética. É autor de alguns dos mais belos versos da língua portuguesa, além de nome-chave da poesia moderna. Morreu em 1935, deixando uma arca repleta de papéis, com milhares de obras inéditas e anotações. Por fim, com base nesta arca foi organizada, a partir dos anos 50, sua poesia inédita, que o leitor ora tem em mãos, seguida de seus poemas dramáticos parte menos conhecida, porém não menos interessante, da obra de Fernando Pessoa.”

fernando pessoa

Conheça 30 livros de literatura brasileira para baixar em pdf


Default image
Francine Ramos
Editora da Livro&Café desde 2011. É professora de Língua Portuguesa e tenta ser escritora (um conto seu foi publicado na coletânea Leia Mulheres, em 2019). Acredita que os livros podem mudar o mundo e ama Virginia Woolf.
Deixe um comentário