Fabiana Ferraz

A mulher e o vento (Fabiana Ferraz): horror e defesa

Fabiana Ferraz é uma escritora brasileira de contos. Em “A mulher e o vento” (Editora Corvus), a autora traz a história de Ana, uma mulher que vai morar em uma casa isolada nas montanhas com o seu marido.

A princípio, alguns elementos de terror se fazem presentes: o vento, a neblina, a estrada difícil. No entanto, Fabiana Ferraz leva o seu horror para um outro espaço, muito diferente das histórias clássicas de casamento. Ana, dentro daquela mansão escura e fria, começa a ouvir uma voz. No decorrer da história, desesperada, ela procura por essa voz…

O que chama a atenção no conto é o fato do terror trabalhar em várias camadas. Será que o verdadeiro horror irá acontecer porque o marido fará algo com Ana? Serão os empregados da casa que, movidos por algum mistério antigo, transformarão a vida de Ana em um inferno? Essas perguntas irão caminhar com o leitor durante todo o conto e nisto está toda a força da narrativa de Fabiana Ferraz. Porque, é claro, a história é muito mais que isso.

O conto é como se fosse um olhar mais demorado para a mulher “louca” no romance “Jane Eyre“. Em outros momentos, podemos lembrar da mulher solitária do livro “O papel de parede amarelo“. Assim, “A mulher e o vento” é um conto sagaz porque tira a mulher de sua função tradicional enquanto personagem literária, ao mesmo tempo que transforma sua própria força em horror e defesa.


Quem é Fabiana Ferraz?

Fabiana Ferraz

Fabiana Ferraz é escritora e reside em Sorocaba (SP) há mais de dez anos. Graduada em Relações Públicas, fez cursos de extensão universitária focados no Mercado Editorial e em Preparação de Textos e participou da Oficina de Criação Literária ministrada por Marcelino Freire (Ganhador do Prêmio Jabuti de 2006). Além da escrita, Fabiana também atua como Leitora Crítica e é uma das Coordenadoras do Clube de Escrita Sorocaba, grupo gratuito e colaborativo que busca incentivar a arte da escrita.

Seus trabalhos

Seu primeiro trabalho publicado é o conto “A Natureza das Minhas Intenções”, lançado pela Editora Corvus, e faz parte da antologia “Vilãs”, organizada pela escritora Clara Madrigano. Os contos são releituras clássicas das origens das vilãs da cultura pop e tratam de temas atuais como feminismo, violência contra a mulher, relacionamentos abusivos e outros. A Antologia foi finalista do Prêmio LeBlanc, organizado por organizado pela escola de Comunicação da UFRJ (ECO/UFRJ) e a Universidade Veiga de Almeida (UVA).

Desde então Fabiana trabalha na publicação de contos em plataformas digitais. Seus dois trabalhos mais recentes: “A Mulher e o Vento” (Editora Corvus), e “O Último Romântico“, lançado de maneira independente, se tornaram semifinalistas do III Prêmio ABERST nas categorias “Narrativa Curta – Terror” e “Narrativa Curta – Policial”. 

Para conhecer mais do trabalho de Fabiana Ferraz, siga-a no Twitter e Instagram

Imagem padrão
Francine Ramos
Editora da Livro&Café desde 2011. É professora de Língua Portuguesa e tenta ser escritora (um conto seu foi publicado na coletânea Leia Mulheres, em 2019). Acredita que os livros podem mudar o mundo e ama Virginia Woolf.

Assine nossa newsletter

Toda semana um resumo com os principais conteúdos da revista em seu e-mail!

Deixe um comentário