[Plano de aula] A cigarra e as formigas (Esopo e Lobato)

Compartilhe:

Uma atividade de leitura e comparação entre versões diferentes para a fábula “A cigarra e as formigas”.

As fábulas de Esopo (e todas as suas versões) são um prato cheio para a sala de aula. Mas especificamente para os alunos do 3º ano, as histórias com personagens animais e seus ensinamentos, além de propor boas reflexões, ajudam também na compreensão da estrutura das narrativas.

Abaixo, então, você encontra uma sequência didática de leitura, escrita e interpretação de texto a partir da leitura da leitura de 2 fábulas: a clássica “A cigarra e as formigas”, de Esopo e “A cigarra e a formiga boa”, de Monteiro Lobato.

A cigarra e as formigas
Compre o livro “Fábulas de Esopo” na Amazon

1ª etapa: leitura e roda de conversa: A cigarra e as formigas (Esopo)

Realize a leitura da fábula “A cigarra e as formigas”:

Num belo dia de inverno as formigas estavam tendo o maior trabalho para secar suas reservas de comida. Depois de uma chuvarada, os grãos tinham ficado molhados. De repente aparece uma cigarra:
– Por favor, formiguinhas, me deem um pouco de comida!
As formigas pararam de trabalhar, coisa que era contra seus princípios, e perguntaram:
– Mas por que? O que você fez durante o verão? Por acaso não se lembrou de guardar comida para o inverno?
Falou a cigarra:
– Para falar a verdade, não tive tempo, Passei o verão todo cantando!
Falaram as formigas:
– Bom… Se você passou o verão todo cantando, que tal passar o inverno dançando? E voltaram para o trabalho dando risadas.

Moral da história: os preguiçosos colhem o que merecem.

Pergunte para os alunos o que eles acharam da história. Procure elencar na lousa (ou em um editor de texto digital para o caso de aulas on-line) suas ideias principais.

Pergunte para os alunos o que é trabalho. Essa pergunta será importante para a leitura da próxima fábula. Acolha os comentários dos alunos, no entanto, espere a segunda leitura para trazer para a roda de conversa o fato da cigarra também ter um trabalho, que é cantar.

Compre o livro Fábulas, de Monteiro Lobato na Amazon

2ª etapa: leitura e roda de conversa: A cigarra e a formiga boa (Monteiro Lobato)

Houve uma jovem cigarra que tinha o costume de chiar ao pé dum formigueiro. Só parava quando cansadinha; e seu divertimento então era observar as formigas na eterna faina de abastecer as tulhas. Mas o bom tempo afinal passou e vieram as chuvas. Os animais todos, arrepiados, passavam o dia cochilando nas tocas. A pobre cigarra, sem abrigo em seu galhinho seco e metida em grandes apuros, deliberou socorrer-se de alguém.
Manquitolando, com uma asa a arrastar, lá se dirigiu para o formigueiro. Bateu – tique, tique, tique…
Aparece uma formiga, friorenta, embrulhada num xalinho de paina.
– Que quer? – perguntou, examinando a triste mendiga suja de lama e a tossir.
– Venho em busca de um agasalho. O mau tempo não cessa e eu…
A formiga olhou-a de alto a baixo.
– E o que fez durante o bom tempo, que não construiu sua casa?
A pobre cigarra, toda tremendo, respondeu depois de um acesso de tosse:
– Eu cantava, bem sabe…
– Ah! … exclamou a formiga recordando-se. Era você então quem cantava nessa árvore enquanto nós labutávamos para encher as tulhas?
– Isso mesmo, era eu…
Pois entre, amiguinha! Nunca poderemos esquecer as boas horas que sua cantoria nos proporcionou. Aquele chiado nos distraía e aliviava o trabalho. Dizíamos sempre: que felicidade ter como vizinha tão gentil cantora! Entre, amiga, que aqui terá cama e mesa durante todo o mau tempo.
A cigarra entrou, sarou da tosse e voltou a ser a alegre cantora dos dias de sol.

Ao terminar a leitura dessa segunda fábula, pergunte para os alunos quais são as principais diferenças e semelhanças entre as duas fábulas. Continue anotando na lousa (ou em um editor de texto) as ideias de seus alunos e promova o bate-papo sobre o que é trabalho e se eles conhecem pessoas que trabalham com música.

3ª etapa: registro de opinião sobre as versões da mesma história

A partir do que foi anotado na lousa (ou em um editor de texto), selecione/destaque as palavras que irão ajudar os alunos a elaborarem um pequeno texto de opinião sobre as histórias. Faça um modelo de como deve ser o texto para que eles possam escrever de forma organizada:

Veja como poderá ficar os registros das rodas de leitura e posterior modelo de texto de opinião aqui.

Conheça outros planos de aula:

Professores, fiquem à vontade para usar e adaptar esse plano de aula de acordo com sua turma.

Compartilhe:
Imagem padrão
Redação
Trazemos para nossos leitores todo o universo da leitura e das artes em geral, com dicas, notícias, opiniões e informações para incentivar antigos, novos e futuros leitores. Escreva para nós: contato@livroecafe.com

Assine nossa newsletter

Toda semana um resumo com os principais conteúdos da revista em seu e-mail!

Deixe um comentário