8 frases impactantes do livro “O morro dos ventos uivantes”

É um prazer imenso ler um livro e destacar os trechos mais impactantes! No livro “O morro dos ventos uivantes” essa sensação de estar diante de grandes frases acontece com muita frequência. Assim, abaixo você confere as 8 frases mais impactantes do livro “O morro dos ventos uivantes”. Delicie-se.

Não sei como explicar, mas certamente que tu e toda a gente têm a noção de que existe, ou deveria existir, um outro eu para além de nós próprios.

Eu não consegui suportar aquilo. Peguei meu volume surrado pela capa e joguei no canil, dizendo que odiava bons livros.

-Por que você não pode ser sempre uma boa menina, Cathy?
E ela virou o rosto para ele, rindo, e respondeu:
-Por que não pode ser sempre um bom homem, pai?

Parece-me que qualquer amor pudesse durar mais de um ano.

Saiba mais sobre Emily Brontë, autora do livro O morro dos ventos uivantes

No fim das contas, precisamos zelar por nós mesmos; os mansos e os generosos só parecem demonstrar um egoísmo mais justificável que os autoritários.

Quanto mais os vermes se contorcem, mais anseio por esmagar suas entranhas! É uma compulsão moral; quanto mais a dor aumenta, mais energia tenho.

Muitas vezes provocamos os fantasmas e nos desafiamos mutuamente a andar e chamar os mortos por entre as sepulturas.

As lágrimas nem temo tiveram para rolar, pois a angústia secou-as primeiro.

Compre O morro dos ventos uivantes na Amazon

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.