Cinco mulheres quadrinistas que você precisa conhecer!

Uma lista com cinco mulheres quadrinistas que você precisa conhecer urgente!

Foi-se o tempo em que quadrinhos eram indicação de super-heróis musculosos e mulheres com roupas minúsculas e corpos fora da realidade. Foi-se o tempo em que quadrinhos eram coisas de crianças e, no máximo, de caras, irmãos, namorados e amigos, que se denominavam “nerds”.

Hoje, mesmo na livraria mais mainstream, é possível encontrar HQs dos mais variados tipos: de releituras de períodos importantes da história, autobiografias e adaptações de livros clássicos até obras de ficção científica e fantasia.

Mas, mais do que isso, é possível também encontrar nomes de mulheres circulando por ali. Marjane Satrapi, Alison Bechdel e Noelle Stevenson são apenas alguns dos mais conhecidos. Confira, abaixo, outras quadrinistas cujo trabalho vale a pena conhecer:

Bianca Pinheiro

Brasileira, formada em Artes Gráficas, Bianca publica seus quadrinhos pela internet desde 2012. É conhecida pelo fofíssimo Bear (que pode ser lido online), a HQ de terror Dora, o louquíssimo Eles estão por aí (escrito em parceria com Greg Stella) e pelas edições de Mônica publicadas pela coleção Graphic MSP, Mônica – força (de 2016) e da recém lançada Mônica – Tesouros.

Verônica Berta

Também brasileira, formada em Design Gráfico, Verônica é ilustradora e trabalha no mercado publicitário. Ânsia eterna, uma adaptação de contos da Júlia Lopes de Almeida, é seu primeiro trabalho publicado, sobre o qual comentei nesta lista para a Livro & Café. 

Ulli Lust

Hoje é o último dia do resto da sua vida é a única obra dessa austríaca traduzida no Brasil. Nele, Ulli conta partes de uma viagem que fez até a Sicília, misturando desenhos que traduzem a solidão, o medo e o assédio, com trechos de seus diários.

Liv Stromquist

Liv é Sueca e direciona seu trabalho para questões sociais, tratando de assuntos como o feminismo e as relações de poder e injustiça. A origem do mundo: Uma história cultural da vagina ou a vulva vs. o patriarcado foi publicado no Brasil  no ano passado e funciona como uma espécie de aula sobre a genitália feminina. Também falei sobre ele em uma resenha aqui

Power Paola

Power Paola nasceu no Equador, cresceu na Colômbia e vive em Buenos Aires. Um dos grandes nomes dos quadrinhos latino-americanos, suas obras são autobiográficas, sendo duas delas HQ publicadas por aqui: Vírus tropical, que trata mais especificamente que questões familiares, e QP, que reúne fragmentos de histórias vividas ao longo de seu relacionamento com “Q”.

Além disso, em 2018, o Google preparou como doodle especial do Dia Internacional da Mulher uma homenagem com o trabalho de 12 mulheres quadrinistas de diversos lugares do mundo, e você pode conferir clicando aqui.

Anúncio
Avatar
Vanessa Pessoa

Vanessa é uma feminista introvertida, estuda letras na UFPR e coleciona uma porção de figos maduros que apodreceram aos seus pés. Gosta de livros riscados, lombadas quebradas, café sem açúcar e não sabe muito bem como escrever sobre ela mesma.

1 comentário

Deixe um comentário

O seu e-mail não será publicado