13 livros para você conhecer a escrita de Chico Buarque

Muitos conhecem apenas as músicas compostas e interpretadas por Chico Buarque. Mas além de um excelente músico, ele também é um ótimo escritor, com uma produção muito rica! Que tal conhecer as obras escritas por este artista que nenhuma censura calará?

Vox Populi - Chico Buarque (TV Cultura, 1979)

Vamos lá!

Roda Viva ( 1967)

Primeira das várias peças de teatro escritas por Chico Buarque, Roda Viva acabou virando um verdadeiro símbolo da resistência à ditadura militar. Essa obra ficou famosa porque foi adaptada para os palcos e acabou sendo perseguida por organizações e pessoas de extrema direita que apoiavam o regime militar. Infelizmente, não há edições recentes do livro à venda.

 

Chapeuzinho Amarelo (1970)

chico buarque

Primeiro livro de literatura infantil escrito por Chico Buarque, a obra recebeu, em 1979, o selo de “Altamente Recomendável”, da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), e, em 1998, Ziraldo conquistou o Prêmio Jabuti na categoria Ilustração. Compre o livro na Amazon e conheça esta história.

 

Calabar (1973)

Assim como Roda Viva e tantas canções de Chico, Calabar também sofreu as consequências da ditadura militar. Com toda a montagem pronta, a peça acabou sendo proibida e teve que esperar seis anos para estrear. Seu texto aborda a questão da lealdade e da traição, numa clara alusão à conjuntura política do período. Compre o livro na Amazon e conheça esta história.

 

Fazenda Modelo (1974)

Fazenda Modelo é, até hoje, a única novela publicada por Chico Buarque. Com uma base similar à de A Revolução dos Bichos, de George Orwell, esse livro usa uma sociedade formada por animais como alegoria à ditadura militar no Brasil. É uma verdadeira meditação, através do alegórico e do grotesco, sobre o dia a dia dos anos 1970. Compre o livro na Amazon e conheça esta história.

 

Leia mais: 30 livros nacionais que viraram filmes

 

Gota d’Água (1975)

Gota d’Água é mais uma peça de teatro escrita por Chico Buarque, desta vez em parceria com Paulo Pontes. Nesta obra, os dois talentos se reuniram para revitalizar o texto clássico de Eurípedes, escrito quase meio milênio antes de Cristo, submetendo-o a uma injeção de nossa realidade urbana. A história se passa no Rio de Janeiro e conta o drama de um casal que se separa. Além disso, a obra trata da realidade vivida em um conjunto habitacional. Compre o livro na Amazon e conheça esta história. 

 

Ópera do Malandro (1978)

Última peça teatral escrita por Chico Buarque, Ópera do Malandro é um musical que mescla os clássicos Ópera dos Mendigos, de John Gray, e a Ópera dos Três Vinténs, de Bertolt Brecht e Kurt Weill. A história, que retrata através da época Getulista os mecanismos da expansão capitalista no Brasil e mescla cafetões, prostitutas e malandros, ainda pode ser considerada muito atual. Existem edições antigas à venda na Estante Virtual e sebos.

 

A Bordo do Rui Barbosa (1981)

Escrito entre 1963 e 1964, A Bordo do Rui Barbosa é um livro de poesia que só foi publicado em 1981, com ilustrações de Valandro Keating.

 

Estorvo (1991)

Primeiro romance escrito e publicado por Chico Buarque, Estorvo narra a vida de um homem assombrado por sua própria realidade. Sua narrativa se mantém constantemente no limite entre o sonho e a vigília, projeções de um desespero subjetivo e crônica do cotidiano. Este livro ganhou o Prêmio Jabuti de melhor romance em 1992. Compre o livro na Amazon e conheça esta história.

 

Benjamim (1995)

Com sua narrativa cinematográfica, Benjamim é o segundo romance publicado de Chico Buarque. O livro conta a história de um homem obcecado que acaba se tornando um pouco desvinculado da realidade. Neste livro, Chico retoma e amplifica o universo imaginário de seu romance anterior, Estorvo, para criar um dos livros mais originais escritos no Brasil. Compre o livro na Amazon e conheça esta história.

 

Budapeste (2003)

Terceiro romance publicado de Chico Buarque, Budapeste, assim como os romances anteriores, gira em torno de um protagonista em crise que vive entre Budapeste e o Rio de Janeiro. Essa obra foi a vencedora do Prêmio Jabuti na categoria livro de ficção em 2004 e o IV Prêmio Passo Fundo Zaffari e Bourbon de Literatura, em 2005. Compre o livro na Amazon e conheça esta história.

 

Leite Derramado (2009)

Leite Derramado é o quarto romance publicado por Chico Buarque. O livro acompanha os últimos momentos da vida de um homem muito velho que narra em um monólogo a história de sua família, que é muito tradicional no Brasil. Leite derramado é obra de um escritor em plena posse de seu talento e de sua linguagem. Compre o livro na Amazon e conheça esta história.

 

O Irmão Alemão (2014)

Quinto romance de Chico Buarque, O Irmão Alemão mistura realidade e ficção, já que a história se baseia na possível existência de um irmão alemão do próprio cantor carioca. Num decurso temporal que chega à Berlim dos dias presentes, e que tem no horror da ditadura militar brasileira e nos ecos do Holocausto seus centros de força, a obra conduz o leitor por caminhos vertiginosos através dessa busca pela verdade e pelos afetos. Compre o livro na Amazon e conheça esta história.

 

Os Saltimbancos (2016)

Inspirada em Os músicos de Bremen, dos Irmãos Grimm, e voltada ao público infantil, a obra do músico e escritor Chico Buarque, em parceria com Sergio Bardotti (letras) e Luis Enriquez Bacalov (músicas), valoriza o respeito e a solidariedade. Nessa aventura de quatro bichos que, sentindo-se ameaçados e explorados por seus donos, resolvem fugir para a cidade em busca do sonho de formar um conjunto musical, escapando da opressão, evidencia-se, também, uma alegoria política. O livro, clássico, ainda conta com as ilustrações de Ziraldo. Compre o livro na Amazon e conheça esta história.

Vamos começar a coleção de livros?

É pra já, Chico! via Gfycat

* Com informações do Blog da Saraiva.

Anúncio
Avatar
Bruna Bengozi

Bruna é mestra em História pela USP, redescobriu (e redescobre) o amor pelos livros, pela música e pela vida. Aguarda ansiosamente a queda do capitalismo e do patriarcado. Sofre de "síndrome do impostor".

Não há comentários. Seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu e-mail não será publicado