3 livros de Carina Rissi que li e… gostei!

Uma amiga super leitora comentou comigo sobre Carina Rissi e eu fiquei chocada porque nunca tinha ouvido falar dela. Mas, de repente, fiquei curiosa: escritora brasileira, traduzida em diversos países, fenômeno de vendas…

Em uma breve pesquisa, descobri que o último lançamento de Carina Rissi vendeu 2 mil exemplares em uma semana, dois de seus livros já tiveram direitos vendidos para o cinema e que ela se inspira em Jane Austen. Com a curiosidade crescendo mais que o dólar, fui atrás de alguns livros dela para ler. (E sim, rolou um preconceito por conta da temática e das capas – porque eu odeio capa com foto!)

Carina Rissi
Foto Divulgação

Mas vamos ao que interessa! Abaixo está a lista com os 3 livros de Carina Rissi que li e… gostei!

Importante: escrevi um pouquinho de cada livro, pois as sinopses entregam muito sobre a história. Então, minha dica é ler o livro sem bisbilhotar o que está escrito na contracapa.

1. Mentira perfeita (lançado em março de 2016)

Foi o primeiro que li de Carina Risso. O título é todo clichê, mas os pontos positivos é que, se você estiver cansado de leituras mais densas, irá curtir a história por conta dos personagens, como o cadeirante Marcus e sua esperança em voltar a andar; a personagem principal Júlia, muito batalhadora e cheia de cuidados com sua tia Berenice… Então, para mim, o livro pegou mais por esse lado de trazer personagens fora desse padrão da chamada literatura “chic-lit”. Gostei! Mas dá para melhorar essa capa, hein!

carina rissi

2. Perdida no tempo (lançado em 2013)

Se tem viagem no tempo, eu quero ler sim! Nessa história de Carina Rissi, o inusitado acontece: uma jovem compra um celular novo e de repente vai parar no século XIX! Uma família ajuda a garota e, claro, ela se apaixona por um cara e fica complicado querer voltar para casa… Um ponto positivo da capa é que tem um tênis All Star, apesar de tudo…

CONHEÇA 17 livros sobre viagem no tempo

Carina Rissi

3. Quando a noite cai (lançado em 2017)

Tem um pouco de Alice no País das Maravilhas, porque a personagem principal Briana, quando dorme, vai parar em um mundo mágico, com castelos, guerreiros etc. Mas diferente das questões existenciais de Alice, ela se apaixonada por lá e vive nesses universos paralelos. Pois no mundo “real” ela está em um onda de má sorte e mal consegue arrumar um emprego…

EXTRA: Eu também li um que não gostei: Menina Veneno (lançamento em 2017)

É claro que escolhi esse livro porque a capa é bonita! E justo ele não gostei… O livro tem algo do tipo “bruxa má”, princesa sofredora, mulheres brigando por glamour e beleza… bastante clichê e ruim. Um ponto positivo é que a história se passa no Brasil e eu gosto muito de autores nacionais que trabalham com temas diversos e usam o nosso país como cenário.

É isso! Se você conhece algum livro da autora que vale a leitura. Escreva nos comentários.



Deixe um comentário