Por mais que Lygia Bojunga seja uma autora super reconhecida, eu nunca tive contatos com os seus livros. Meu interesse surgiu quando em uma oficina de escrita, Marcelo Maluf, que a administrava, citou a autora e o livro A Bolsa Amarela entre muitos outros que eu havia gostado muito. Então, certo dia deparei com o dito cujo na Doação do Troca Livros São Bernardo. E assim que os tive nas mãos: devorei.

    A Bolsa Amarela é uma história que entra em diversas camadas, mostrando como a imaginação, vontades e realidade podem se misturar e criar algo lindo!

    Vamos mostrar como este livro pode te convencer assim de primeira:

    Eu tenho que achar um lugar pra esconder minhas vontades.

    Tem como não amar e não querer devorar um livro que começa assim? Ao decorrer precebemos que “vontades” se tornam algo material e palpável para Raquel, a protagonista do livro. Além desse sentimento, todas as histórias e sua imaginação existem! Tudo isso junto com uma família bem chata que dentro de casa menospreza a garota, mas na frente de uma tia (rica) tratam a garotinha super bem. E para melhorar mais ainda, a garotinha quer ser escritora.

    Se não bastasse toda essa história linda, a escrita da Lygia Bojunga é de tocar a alma, até parece poesia falada por um criança e de tanta beleza  que faz você sorrir. A inocência ao lado de questionamentos. Raquel passa a maioria do livro falando que uma das vontades dela é ser gente grande logo, mas ao ler uma vontade grande surgiu em mim de voltar a ser criança e nem um alfinete torto poderia estourar essa vontade.

    Onde comprar A Bolsa Amarela (Lygia Bojunga): Amazon

    Conheça 30 livros de literatura brasileira para baixar em pdf

    Share.