Listas

14 frases do livro “A biblioteca da meia-noite” para te fazer pensar

A vida possui rumos infinitos? A partir dessa pergunta, o livro “A biblioteca da meia-noite” nos traz uma história repleta de ideias sobre a vida em si. E a morte também. O livro, escrito pelo autor britânico Matt Haig, foi traduzido para diversos países e sempre acaba aparecendo na lista dos livros mais vendidos. Quer saber por quê? Conheça 14 frases do livro A biblioteca da meia-noite para te fazer pensar!

1.

Entre a vida e a morte, há uma biblioteca – disse ela. – E, dentro dessa biblioteca, as prateleiras não tem fim. Cada livro oferece uma oportunidade de experimentar outra vida que você poderia ter vivido. De ver como as coisas seriam se tivesse feito outras escolhas… Você teria feito algo diferente, se houvesse a chance de desfazer tudo do que se arrepende?

2.

Há vidas em que você toma diferentes decisões. E essas decisões levam a resultados distintos. Se tivesse feito apenas uma coisa de maneira diferente, você teria uma história de vida diferente. E todas existem na Biblioteca da Meia-Noite. Todas são tão reais quanto esta vida.

3.

Um pessoa é como uma cidade. Não se pode deixar que algumas áreas menos aprazíveis provoquem uma repulsa generalizada pelo todo. Pode ser que haja algumas partes das quais você não goste, umas ruas e uns bairros perigosos, mas as coisas boas fazem o todo valer a pena.

A biblioteca da meia-noite
A biblioteca da meia-noite COMPRE NA AMAZON

4.

Ela havia pensado, em suas horas noturnas e suicidas, que a solidão fosse o problema. Mas isso porque não tinha sido uma solidão de verdade.

5.

A mente solitária na cidade movimentada anseia por conexão porque acredita que a conexão humana-humano é o sentido de tudo.

6.

Em meio à natureza pura, a solidão assumia um caráter diferente. Tornava-se, em si mesma, um tipo de conexão. Uma conexão entre si mesma e o mundo. E entre ela e ela mesma.

7.

Quer dizer, as coisas seriam bem mais fáceis se a gente entendesse que não existe um certo modo de viver que nos torne imunes à tristeza. E que a Tristeza é parte intrínseca do tecido da felicidade. Não dá pra ter uma sem a outra.

Está gostando das frases do livro “A biblioteca da meia-noite?”
Conheça 15 livros sobre livros

8.

(…) não há uma vida sequem em que a pessoa possa existir num estado permanente de felicidade absoluta. E imaginar que existe uma vida assim só acrescenta mais infelicidade á nossa vida.

9.

Acho que é fácil imaginar que existem caminhos mais fáceis. (…) Mas talvez não existam caminhos fáceis. Só caminhos.

10.

A cada segundo de cada dia a gente entra num novo universo. E a gente passa tanto tempo desejando que a vida fosse diferente, se comparando com outras pessoas e com outras versões de nós mesmos, quando, na verdade, a maioria das vidas contém um certo grau de coisas boas e um certo grau de coisas ruins.

11.

Fazer uma coisa de maneira diferente é, com frequência, o mesmo que fazer tudo de maneira diferente. Ações não podem ser desfeitas dentro de uma existência, não importa o quanto se tente (…) A única maneira de aprender é vivendo.

12.

Cada vida contém muitos milhões de decisões. Algumas grandes, algumas pequenas. Mas cada vez que uma decisão é tomada em detrimento de outra, os resultados são diferentes. Ocorre uma variação irreversível, o que, por sua vez, leva a outras variações. Esses livros são portais para todas as vidas que você poderia estar vivendo.

13.

É uma revelação e tanto descobrir que o lugar para onde você quis fugir é exatamente o mesmo lugar de onde fugiu. Que a prisão não era o lugar, mas a perspectiva.

14.

Você se aproxima de um buraco negro, e a força gravitacional te arrasta para a realidade erma e sombria dele.

Está gostando das frases do livro “A biblioteca da meia-noite?”
Conheça 15 livros sobre livros