Músicas para momentos de crise existencial

Quem nunca colocou aquela playlist especial para curtir um momento de crise existencial? 

A Rossana Pinheiro-Jones e eu, em meio às nossas divagações sobre a existência, sempre chegamos a uma de nossas paixões: música. E inspiradas pelo editorial deste trimestre, que já está chegando ao fim, fizemos uma seleção de canções que nos acompanham naquelas horas em que tudo que nos resta é pegar uma xícara de café (ou de chá, ou álcool mesmo), olhar pela janela, e pensar sobre a vida – o que ela foi, é e deveria ser.

O Brasil me obriga a sofrer.

As músicas e a crise existencial

Está tudo bem passar por essa crise existencial, ou crises. Além disso, a música está aí para nos lembrar que não vivenciamos essas situações sozinhos e sozinhas: a arte muitas vezes é a válvula de escape dos nossos medos e angústias e, também, é um meio de alívio e até de cura. E, pelo menos para nós duas, as canções sempre funcionaram como expressão artística que dá vazão às dores e prazeres da existência humana.

Então, se você precisa de inspiração para pensar na vida – e seus horrores, ou quer atualizar a lista de sofrência, chegou ao lugar certo! Aqui vai ter Pink Floyd te lembrando que o tempo está passando e estamos ficando para trás; a falta de expectativas dos Rolling Stones; as quedas constantes na voz de Sharon Van Etten; e muito mais.

Tem sugestões de músicas que não constam na nossa playlist dedicada à crise existencial? É só deixar nos comentários!

Escute mais! Playlist: músicas sobre livros e cafés

Imagem de capa: O Grito, Edvard Munch (óleo sobre tela, 1893).


Avatar
Bruna Bengozi

Bruna é mestra em História pela USP, redescobriu (e redescobre) o amor pelos livros, pela música e pela vida. Aguarda ansiosamente a queda do capitalismo e do patriarcado. Sofre de "síndrome do impostor".

Não há comentários. Seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu e-mail não será publicado