25 páginas: Caio Zero lança HQ independente

25 Páginas, HQ do carioca Caio Zero, é uma coletânea de tirinhas, traços, temáticas e razões variadas. Nasce de um caos chamado cotidiano, das belezas, tristezas e poesias que traz. É sobre olhar no espelho, ver que tudo anda difícil e sentir vontade de gritar. Sobre se apaixonar, chorar por essa paixão e renascer novamente. 25 Páginas é um nome qualquer para falar de uma vida qualquer.

Esse é segundo livro de Caio Zero e, segundo o artista, é diferente do primeiro, Antologia I e II, que tem narrativas um pouco mais longas, de 5 a 4 páginas. “[…] resolvi experimentar a narrativa mais curta das tirinhas, os temas são reflexivos, muitas vezes é uma questão ou um aprendizado sobre vida, deixo sempre em evidência, personagens negros/pardos nas minhas histórias já que elas falam sobre a minha pessoa, como homem negro e sobre aprendizado com pessoas negras”, diz o quadrinista.

O quadrinho inicialmente ia ser lançado na PerifaCon deste ano, graças à captação de recursos via Catarse. Porém, com a pandemia, os livros que chegaram no início do ano ficaram presos na casa do quadrinista e agora podem ser adquiridos diretamente com o artista via redes sociais.

Sobre o autor Caio Zero

Graduado em Licenciatura em Artes pela UFRRJ, artista-educador, quadrinista e ilustrador. Já publicou de forma independente os títulos “Antologia I e II” e “25 Páginas”. Participou de eventos como Banca de Quadrinhos do Itaú Cultural, Bienal do Livro RJ, LER Salão de leitura carioca, SIQ, Des.Gráfica, Butantã Gibicon e FLIB. Como educador, atuou no Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID/CAPES) e ministrou oficinas na Casa do Jongo e em escolas municipais da Baixada Fluminense. Além da participação em animações como Diretor em “Césio, O Camaleão” e como Layotista no curta-metragem “Nana e Nilo – Cidade Verde. Suas obras têm grandes influências do cotidiano periférico, do rap, de relações sociais e vivências como homem negro, elementos que o atravessam diariamente e fornecem reflexões e imagens para narrar histórias.


Leia também:

2 thoughts on “25 páginas: Caio Zero lança HQ independente

Comments are closed.