23 HQs que você precisa ler antes de morrer!

23 HQs que você precisa ler antes de morrer!

É gigante o mundo das Histórias em Quadrinhos e isso precisa ser mais explorado. Falo por mim mesma! Li apenas Persépolis e Desconstruindo Una, mas tenho amigos que adoram quadrinhos e fizeram uma lista das 23 HQs que você precisa ler antes de morrer! (Vanessa e Gladius, muito obrigada! Sem vocês esta lista seria impossível!)

Portanto,  lista tá enorme, mas linda também! Pretendo chegar ao final deste ano com a leitura concluída de pelo menos 50% desta lista. Se vou conseguir, não sei. Mas sinta-se desafiado a fazer o mesmo 😉

1. Sandman (Neil Gaiman)

“Mesclando mitologias modernas e fantasia sombria, além de acrescentar elementos modernos, históricos e míticos, Sandman foi considerada uma das séries mais artisticamente ambiciosas dos quadrinhos.” + Amazon

2. O paraíso de Zahra (Amir Soltani)

“O Paraíso de Zahra é uma trama ficcional permeada de pessoas reais e eventos com uma visão profunda do que é o Irã hoje. Construído com textos eloquentes e uma arte extraordinária, esta é uma história com narrativa em primeira pessoa da revolta ainda em andamento neste pequeno país assolado pelos aiatolás.” + Amazon

3.  Habibi (Craig Thompson)

Das HQs que você precisa ler antes de morrer, não podia ficar de fora “a saga de dois escravos fugitivos, unidos e separados pelo destino, vivendo no limite que separa a tradição da descoberta. Dodola, uma garota perspicaz e independente, foge de seus captores levando consigo um bebê. Eles crescem juntos no deserto, sozinhos em um navio naufragado na areia…” + Amazon

LEIA MAIS: Cinco mulheres quadrinistas que você precisa conhecer!


4. Lost Girls (Alan Moore e Melinda Gebbie)

“uma obra-prima erótica moderna que conta as aventuras sexuais de três importantes personagens femininas fictícias do final do século 19 e início do século 20: Alice, de Alice no País das Maravilhas; Dorothy Gale, de O Mágico de Oz; e Wendy Darling, de Peter Pan. Elas se encontram já adultas em 1913 num luxuoso hotel austríaco para descrever, descobrir e partilhar entre si algumas de suas aventuras eróticas, contando como cada uma delas descobriu os prazeres do sexo…” + Amazon (e inglês)

 

5. Scott Pilgrim contra o mundo (Bryan Lee O`Malley)

“Cultuada série em quadrinhos do canadense Bryan Lee O’Malley, combina elementos dos universos do videogame, do mangá, dos filmes de kung fu, da música e do cinema às grandes questões do amor jovem e do início da vida adulta, O’Malley criou um mundo vibrante, com um humor tão particular – e desconcertante – quanto os personagens que o habitam.” + Amazon

23 HQs que você precisa ler antes de morrer!

6. Maus (Art Spiegelman)

“A obra é um sucesso estrondoso de público e de crítica. Desde que foi lançada, tem sido objeto de estudos e análises de especialistas de diversas áreas – história, literatura, artes e psicologia.

Nas tiras, os judeus são desenhados como ratos e os nazistas ganham feições de gatos; poloneses não-judeus são porcos e americanos, cachorros. Esse recurso, aliado à ausência de cor dos quadrinhos, reflete o espírito do livro: trata-se de um relato incisivo e perturbador, que evidencia a brutalidade da catástrofe do Holocausto. + Amazon

7. Graphic MSP

“Pra homenagear os 50 anos de carreira Mauricio de Souza alguns quadrinistas brasileiros foram convidados pra escrever e desenhar histórias da turma da Mônica, tem de coisas geniais até uns bem mais ou menos, mas no geral vale muito a pena. Meus preferidos são: Turma da Mônica: Laços, Astronauta: Magnetar, Louco: Fuga, Piteco: Ingá e Bidu: Caminhos” + Amazon

8. Bear (Bianca Pinheiro)

“A pequena Raven tem um problema: de algum modo ela conseguiu se perder de seus pais e de seu lar. Em sua busca, ela se depara com um urso marrom (ou seria alaranjado?) que, apesar de rabugento, aceita ajudá-la nessa empreitada. A jornada desses dois acaba de começar.” Conheça o Tumblr | + Amazon

9. Desconstruindo Una (Una)

“Por meio de um entrelace de imagem e texto, Desconstruindo Una examina o significado de se crescer em meio a uma cultura na qual a violência masculina não é punida ou questionada. Com uma retrospectiva de sua vida, Una explora sua experiência e se pergunta se algo realmente mudou, desafiando a cultura que exige que as vítimas de violência paguem por ela.” + Amazon

10. Umbigo sem fundo (Dash Shaw)

“Escrito quando Dash Shaw tinha 23 anos, Umbigo sem fundo narra com maturidade surpreendente – e uma boa dose de humor – os conflitos individuais e familiares dos Loony que vêm à tona com o divórcio. Sem complacência, o autor investiga os movimentos mais sutis e os aspectos mais recônditos que tornam único o sofrimento de seus personagens.” + Amazon 

23 HQs que você precisa ler antes de morrer!

11. Persépolis (Marjane Satrapi)

“Marjane Satrapi tinha apenas dez anos quando se viu obrigada a usar o véu islâmico, numa sala de aula só de meninas. Nascida numa família moderna e politizada, em 1979 ela assistiu ao início da revolução que lançou o Irã nas trevas do regime xiita – apenas mais um capítulo nos muitos séculos de opressão do povo persa. Vinte e cinco anos depois, com os olhos da menina que foi e a consciência política à flor da pele da adulta em que se transformou, Marjane emocionou leitores de todo o mundo…” + Amazon

12. Buda: O Nascimento De Siddhartha (Osamu Tezuka)

Neste segundo volume da série Buda, o escravo Chapra desafia o sistema de castas da índia Antiga. Enquanto isso no reino de Kapilavastu uma princesa da à luz. Profecias afirmam que o menino terá uma grande influência no futuro da humanidade. Mas para cumprir esse destino terá de enfrentar inúmeros desafios: o maior deles é o amor e o apego de seu próprio pai. + Submarino

13. Olympe de Gouges (José-Louis Bocquet)

“A história de uma mulher forte e corajosa durante a revolução francesa. Em Montauban de 1748. nasce Marie Gouze. criada sob as convenções da França setecentista. Aos 18 anos. mãe e viúva. se vê livre para expressar suas ideias e adota o pseudônimo Olympe de Gouges. Anos depois se muda para Paris…” + Amazon


14. Nausicaa (Hayao Miyazaki)

Começou com um anime, e depois virou mangá, mas é difícil de encontrar no Brasil. Na Amazon tem uma das diversas histórias, em inglês

15. Magra de ruim (Sirlanney)

“Não é uma HQ fechadinha, mas um compilado de tirinhas publicadas pela Sirlanney. Ela fala sobre sexo, sobre preguiça, sobre não se encaixar no mundo, sobre falta de grana, etc. Você pode encontrar o trabalho dela aqui e comprar aqui

16. Macanudo (Ricardo Liniers Siri)

“Humor, crítica de costumes, nonsense, poesia. Cada tirinha da história em quadrinhos do argentino Liniers é uma surpresa e um deleite. O autor continua a tradição dos grandes desenhistas de humor argentinos, como Quino e Maitena.” + Amazon 

17. Cachalote (Daniel Galera e Rafael Coutinho)

Somando mais de trezentas páginas, as tramas são amarradas por temas e subtextos recorrentes, tais como o confronto dos personagens com acontecimentos drásticos ou misteriosos que transformam suas vidas, a conciliação da vida com a arte e a tentativa de preservar o afeto e o amor em relacionamentos ameaçados por circunstâncias adversas. + Amazon

23 HQs que você precisa ler antes de morrer!

 

18. Watchmen (Allan Moore e Dave Gibbons)

“A trama envolve os episódios vividos por um grupo de super-heróis do passado e do presente e os eventos que circundam o misterioso assassinato de um deles. Watchmen retrata os super-heróis como indivíduos verossímeis, que enfrentam problemas éticos e psicológicos, lutando contra neuroses e defeitos, e procurando evitar os arquétipos e super-poderes ” + Amazon (em inglês)

 

19. Batman: A piada mortal (Alan Moore e Brian Bolland)

“Do premiado roteirista Alan Moore (Watchmen, V de Vingança) conta como um dia ruim na vida de um homem pode significar a linha que separa a sanidade da loucura. Principalmente quando se trata do Coringa, o maior e mais conhecido vilão do mundo dos quadrinhos.” + Amazon 

20. Notas sobre Gaza (Joe Sacco)

“Em Notas sobre Gaza , Joe Sacco mergulha nos escombros de um conflito que parece não ter fim para reconstituir alguns dos eventos mais importantes para a escalada de violência em que se transformou a relação entre israelenses e palestinos.” + Amazon 

23 HQs que você precisa ler antes de morrer!

21. Edén (Hiroki Endou)

“O vírus Closer domina o globo, rompendo as barreiras entre nações e etnias e mergulhando a raça humana no caos de um futuro distópico. Será que os humanos resistirão a este novo mundo?” + Amazon

22. Logicomix (Chirstos H. Papadimitruou)

“Esta inovadora história em quadrinhos conta a vida do filósofo Bertrand Russell e seu apaixonado objetivo de estabelecer os fundamentos lógicos de todos os princípios matemáticos. Portanto, nessa sua angustiante busca pela verdade absoluta, Russell cruzou compensadores como Gottlob Frege, David Hilbert, Kurt Gödel e Ludwig Wittgenstein.” + Amazon 

23. One Piece (Eiichiro Oda)

“O Bando do Chapéu de Palha segue para a Ilha dos Homens-peixe! Como não podia deixar de faltar, no caminho, serão atacados por gigantescas feras marinhas e sofrerão emboscadas de outros piratas!” + Amazon

Confira também: Mulheres na luta: uma HQ que ainda precisamos


Imagem padrão
Francine Ramos
Editora da Livro&Café desde 2011. É professora de Língua Portuguesa e tenta ser escritora (um conto seu foi publicado na coletânea Leia Mulheres, em 2019). Acredita que os livros podem mudar o mundo e ama Virginia Woolf.

Assine nossa newsletter

Toda semana um resumo com os principais conteúdos da revista em seu e-mail!

5 comentários

  1. […] Leia mais: 23 HQs que você precisa ler antes de morrer! […]

  2. Olá Francine, tudo bem?
    Muito legal a lista, bem variada!
    Se eu puder ajudar só com uma correçãozinha, ou na verdade um complemento, a respeito de Nausicaä:
    A coleção que deveria ser lançada em sete volumes pela editora Conrad aqui no Brasil foi interrompida no quinto volume, ou seja, cinco volumes podem até der difíceis de encontrar, mas os últimos dois da saga não existem em português.
    O link que você postou da Amazon é para a compra de uma edição americana que vem com a história completa (não são várias histórias, mas uma longa saga) em dois volumes de luxo em capa dura.

    Espero ter ajudado,
    Abraços!

  3. Olá!
    Eu não acho que A história do Buda em mangá esteja na altura dos outros títulos da lista, pois a narrativa é muito rasa, didática, parece um panfleto religioso que entregam na porta de casa, e com o desenho bem simples também.
    Poderia trocar pela série Buddha do Osamu Tezuka, aí sim uma obra para ler antes de morrer. Abraços!

    • Oi, Gustavo! Você tem total razão! Na hora de pegar as informações do livro eu que me confundi toda aqui! Realmente o livro correto é o do Osamu Tezuka. Acabei de consertar o post. Obrigada por avisar.

Deixe um comentário