Tag: Clássicos

Anedotas do destino

A linha de sombra (Joseph Conrad) – eu, que nem sei nadar…

Marinheiros são seres misteriosos, que habitam as histórias de grandes aventuras e possuem, ao mesmo tempo, bondade e maldade. São fortes, destemidos e também frágeis, por compreenderem o misterioso mar. É o…

Fahrenheit 451 (Ray Bradbury): ler é o maior ato de rebeldia

“Aqueles que queimam livros acabam, cedo ou tarde, por queimar pessoas.” Heinrich Heine, poeta alemão (1797 – 1856) Difícil escrever sobre Fahrenheit 451 (Ray Bradbury) e não dizer tudo o que já foi dito.…

escritoras russas

15 escritoras russas para conhecer

É comum a afirmação sobre o quanto ler os russos é importante. E eu sinto que isso é uma dívida literária que tenho comigo mesma. Pesquisando um bom caminho para começar a…

17 clássicos franceses para ler em 2020 (ou quando der)

Os franceses não precisam de muitas apresentações. Só acho. Não sei explicar muito bem, mas a literatura da França me agrada muito, desde coisas mais atuais, quanto os clássicos. Na lista abaixo…

País das Maravilhas, Terra do Nunca e o Reino de Nárnia…

Toda criança tem seu mundo particular, uma ilha de aventuras, um reino encantado repleto de fantasias, histórias emocionantes e criaturas mágicas. Nesse mundo paralelo, os pequenos são super-heróis lutam contra os vilões,…

Carta ao pai (Franz Kafka), uma carta que nunca foi enviada

Franz Kafka é um escritor essencial para a história da literatura, pois a sua pequena produção literária (3 romances, vários contos e 1 novela) é de uma qualidade tão assustadora que, de…

Anedotas do destino

Machado de Assis, Clássicos e Jovens Leitores

Sinto necessidade de compartilhar por aqui as minhas opiniões sobre qualquer coisa, que eu ache interessante, relacionada à literatura, à educação, artes e afins. Um bom exemplo dessa vontade – que vem…