O hobbit

O Hobbit (J. R. R. Tolkien)

Compartilhe:

O Hobbit, do famoso Tolkin, dispensa muitas apresentações, mas vamos lá: é uma aventura infanto-juvenil escrita por John Ronald Reuel Tolkien (1892-1973), ou simplesmente, Tolkien, para os íntimos.

Foi a partir dessa história que, tempos depois, ele iniciou a sua obra mais famosa:  O Senhor dos Anéis. Explicarei por que: O Hobbit é a história de Bilbo Bolseiro, o parente de Frodo Bolseiro que o presenteou com o maior presente de grego de todos os temos, o  Um anel. Neste livro o autor mostra como Bilbo conseguiu o tão poderoso anel. E não é somente isso, a história relata a vida de um simples hobbit que, mesmo preferindo ficar em sua tranquila casa, parte para uma aventura perigosa junto a Gandalf, o mago, e mais treze anões.

Um pouquinho do enredo de O Hobbit

Era um dia comum e Bilbo estava em sua confortável toca quando recebe a visita de Gandalf que, como todo mago, é muito misterioso. Um dia depois, os anões, amigos do mago, chegam um a um à casa de Bilbo para um chá da tarde que, por fim, se transforma numa reunião para a maior expedição da vida deles: ir até terras distantes onde está o dragão Smaug e roubar-lhe o tesouro. Roubar-lhe porque, na verdade, o dragão roubou primeiro da família de um dos anões.

Gandalf, através de sua sabedoria maluca de mago, apresentou Bilbo como um bom companheiro de aventuras aos anões atrapalhados e rabugentos. Entretanto, Bilbo, não entendeu muito bem, tampouco os anões, pois ele deixou claro que não gostava de aventuras, por preferia sempre o conforto de um lar e comida farta.

LEIA: J.R.R. Tolkien – O Senhor da Fantasia (Michael White): por que Frodo levando o anel até Mordor nos comove tanto?

Por fim, durante a expedição de Bilbo e os 13 anões fica explícito o valor da confiança, da amizade, da gratidão e, principalmente, do poder de um bom discurso. Bilbo Bolseiro não é um grande guerreiro, nem matador nem ladrão, mas é excelente nas palavras e, através delas, ele consegue deixar sua marca na história de sua terra e todo o povo: hobbit, homens, anões, magos, elfos e, acredite, dragões falantes!

Onde comprar O Hobbit: Amazon

Compartilhe:
Imagem padrão
Francine Ramos

Escritora, leitora e professora.
Autora do livro Mosaico (Penalux - Junho/2022)

Assine nossa newsletter

Toda semana um resumo com os principais conteúdos da revista em seu e-mail!

6 comentários

  1. Não que eu não goste d’ O Hobbit, mas O Senhor dos Anéis é tão mais genial. Muito dizem: claro, olha o tamanho daquilo. Mas não me refiro a tamanho nem enredo, mas o jeito de contar O Senhor dos Aneis me parece mais maduro do que O Hobbit. aí eu “desprezo” o livro, ohohoho.

    • O Hobbit é uma obra importante na carreira de Tolkien justamente por ter sido a primeira, sem O Hobbit não haveria O Senhor dos Anéis. O Hobbit foi escrito em 1928, O Senhor dos Anéis foi publicado em 1949, acho natural ser um livro mais maduro, afinal, Tolkien trabalhou 12 anos na obra, estava mais maduro, mais tranquilo, mais decidido nos caminhos do seu próprio trabalho. E também o público são diferentes: O Hobbit é para o público juvenil; O Senhor dos Anéis é para adultos.
      Não despreze O Hobbit, dá uma chance pra ele! rsrs

  2. O livro “O Hobbit é um dos meu preferidos. Com certeza entrará, brevemente, na lista das obras que pretendo reler. Fiquei curioso para saber de que maneira o personagem Frodo Bolseiro será inserido no contexto do filme dirigido por Peter Jackson.
    OBS: Parabéns pela página!

  3. essa é nova pra mim… já existe partes do filme que foram filmados em 2010??? de onde vem essa informaçao?? os atores acabaram de chegar na nova zelandia, os cenarios ainda estão em construçao, gostaria de saber mais sobre isso… agora estou realmente curioso!!

Comentários desativados