Frases do livro 1984, de George Orwell

Temos uma semana especial dedicada ao livro 1984, do escritor britânico George Orwell. Talvez a mais famosa distopia já escrita, infelizmente, torna-se cada vez mais próxima do nosso presente.

Separei algumas frases e trechos da obra que, ao longo da leitura, me chamaram a atenção!

via GIPHY

“Guerra é Paz. Liberdade é Escravidão. Ignorância é Força”

“Se você quer uma imagem do futuro, imagine uma bota prensando um rosto humano para sempre.”

“Se há esperança, escreveu Winston, está nos proletas.”

“A guerra é travada, pelos grupos dominantes, contra seus próprios súditos, e o seu objetivo não é conquistar territórios nem impedir que outros o façam, porém manter intacta a estrutura da sociedade.”

“Liberdade é a liberdade de dizer que dois mais dois são quatro.”

“Quem controla o passado, controla o futuro; quem controla o presente, controla o passado.”

“A massa mantém a marca, a marca mantém a mídia e a mídia controla a massa.”

“O pensamento-crime não acarreta a morte: o pensamento-crime é a morte.“

“Nós somos os mortos. Nossa única vida genuína repousa no futuro.”

“Você não entende, Winston, que o indivíduo é apenas uma célula?”

“Enquanto eles não se conscientizarem, não serão rebeldes autênticos e, enquanto não se rebelarem, não têm como se conscientizar.”

“Porque se lazer e segurança fossem desfrutados por todos igualmente, a grande massa de seres humanos que costuma ser embrutecida pela pobreza se alfabetizaria e aprenderia a pensar por si; e depois que isso acontecesse, mais cedo ou mais tarde essa massa se daria conta de que a minoria privilegiada não tinha função nenhuma e acabaria com ela.”

“[…] pois uma das características marcantes dos Baixos é o fato de estarem tão oprimidos pela trabalheira que só a intervalos mantêm alguma consciência de toda e qualquer coisa externa a seu cotidiano […].”

“Nada a temer do lados dos proletários. Abandonados a si mesmos, continuarão trabalhando, reproduzindo-se e morrendo de geração em geração, século após século, não apenas sem o menor impulso no sentido de rebelar-se, como incapazes de perceber que o mundo poderia ser diferente do que é.”

“Entendo COMO, mas não entendo POR QUÊ.”

“Em geral, quanto maior a compreensão, maior o engodo; quanto maior a inteligência, menor a saúde mental.”

“O fato de ser uma minoria, mesmo uma minoria de um, não significava que você fosse louco. Havia verdade e havia inverdade, e se você se agarrasse à verdade, mesmo que o mundo inteiro o contradissesse, não estaria louco.”

“Poder é infligir dor e humilhação. Poder é estraçalhar a mente humana e depois juntar outra vez os pedaços, dando-lhes a forma que você quiser.”

“Os melhores livros, compreendeu, são aqueles que lhe dizem o que você já sabe.”

“Ainda nos encontraremos no lugar onde não dá escuridão.”

“O paraíso terrestre fora desacreditado exatamente no instante em que se tornara praticável.”

“Ao futuro ou ao passado, a um tempo em que o pensamento seja livre, em que os homens sejam diferentes uns dos outros, em que não vivam sós – a um tempo em que a verdade exista e em que o que for feito não possa ser desfeito […].”

“O Grande Irmão está de olho em você.”

 

O que achou das frases? Se já leu o livro 1984, quais foram os trechos que mais te marcaram? E se não leu, essas citações te deixaram com vontade de ir atrás da obra? Me conta nos comentários!

E a revista está repleta de outros conteúdos sobre este livro. Que tal conferir alguns dos links que deixei aqui embaixo?

 

Leia mais:

Avatar
Bruna Bengozi

Bruna é mestra em História pela USP, redescobriu (e redescobre) o amor pelos livros, pela música e pela vida. Aguarda ansiosamente a queda do capitalismo e do patriarcado. Sofre de "síndrome do impostor".

3 Comentários

Deixe um comentário

O seu e-mail não será publicado