23 livros que Lula leu: da realidade do Brasil e do mundo à ficção

Para colaborar com essa imagem tão simplista que muita gente tem de Lula, abaixo está uma lista com 21 livros que o ex-presidente leu. Há de tudo um pouco: das publicações que se debruçam sobre a realidade do Brasil e do mundo à ficção.

Há um universo imenso em torno do nome Lula. Do amor ao ódio, da raiva ao preconceito, o ex-presidente do Brasil é um líder político que levanta as massas. Muitas vezes, motivo de chacota por ser nordestino, ter sido pobre, não ter estudado em uma universidade e, pasmem, ter perdido um dedo enquanto trabalhava. Há um discurso de ódio que cega a construção desse homem em uma ideia tão potente sobre o que é ser brasileiro e não pertencer aos poderes clássicos que sempre dominaram o país. E, de repente, o povo, que ainda é tão sofrido quanto Lula já foi, reage de forma violenta sobre ele: Lula é ladrão, tem que ir para a cadeia, é burro, é bandido. Somente Paulo Freire para nos fazer entender esse contexto: o oprimido quer ser opressor.

É claro que se formos pensar em toda a trajetória do maior líder político que o Brasil já teve, nem tudo são rosas. No entanto, já passou da hora de considerarmos que Lula não é burro, afinal, o seu poder de discurso, de escolher as palavras, é algo que realmente merece toda a nossa admiração.

Lula e o povo, 09 de novembro de 2019. Foto: Ricardo Stuckert

Outro ponto que a sociedade precisa vencer: falar errado não é ser burro. Ser burro é não ter habilidade (e não querer ter) para interpretar os diversos e variados mundos que estão à nossa volta. É não querer se comunicar – de alguma forma – e se fazer entender com as tantas camadas sociais e culturais que temos. Ser burro é ser preconceituoso, ser burro é não pensar sobre quem se é, em qual mundo vive.

Portanto, para desfazer parte dessa imagem tão simplista que muita gente tem de Lula, abaixo está uma lista com 21 livros lidos por ele. Há de tudo um pouco: das publicações que se debruçam sobre a realidade do Brasil e do mundo à ficção.

livros que lula leuA Elite do Atraso – Da Escravidão à Lava Jato –Jessé Souza – Editora Leya

Numa época em que a questão das desigualdades racial e social estão, mais do que nunca, no centro de cena – dos grandes veículos de comunicação aos comentários nas redes sociais e até mesmo nas conversas das mesas de bar, onde todos parecem ter uma ideia muito bem definida do que é capaz de construir um país ideal -, o sociólogo Jessé Souza escancara o pacto dos donos do poder para perpetuar uma sociedade cruel forjada na escravidão. Esse é o pilar de sustentação de nossa elite, A Elite do Atraso. + Amazon

livros que lula leuHomo Deus – Harari, Yuval Noah – Editora Companhia das Letras

Dos 23 livros que Lula leu, também temos “Homo Deus”: uma breve história do amanhã, Yuval Noah Harari, autor do estrondoso best-seller Sapiens: uma breve história da humanidade, volta a combinar ciência, história e filosofia, desta vez para entender quem somos e descobrir para onde vamos. Sempre com um olhar no passado e nas nossas origens, Harari investiga o futuro da humanidade em busca de uma resposta tão difícil quanto essencial: depois de séculos de guerras, fome e pobreza, qual será nosso destino na Terra? + Amazon

Leia também: 27 livros para pensar sobre política

Ressurreição – Tolstoi, Leon – Cosac Naify

Ressurreição, de 1899, o último livro publicado em vida por Liev Tolstói (1828-1910), completa o trio de seus grandes romances ao lado de Anna Kariênina e Guerra e paz. A primeira tradução brasileira direta do original russo, feita por Rubens Figueiredo, chega às estantes no ano do centenário da morte do autor. A apresentação do tradutor traz detalhes do contexto em que a obra mais polêmica do mestre russo foi criada e, ao lado do texto de quarta capa do cientista político Paulo Sérgio Pinheiro, atualiza sua dimensão literária e social. + Amazon

Laika – Abadzis, Nick – Boitempo

Dos 23 livros que Lula leu, também temos esse livro com capa “fofa”, mas que mostra, em plena Guerra Fria, a União Soviética tomou a dianteira na corrida espacial ao colocar em órbita, em 1957, um satélite artificial que transportava o primeiro ser vivo a ir para o espaço: a cadelinha Laika. Nesta HQ roteirizada e ilustrada por Nick Abadzis, que foi vencedora do prêmio Eisner, o mais importante dos quadrinhos mundiais, a história dessa pequena heroína soviética é contada com o detalhamento e a delicadeza que ela merece, em uma mescla magistral de realidade e ficção. + Amazon

A virtude da raiva – Gandhi

“Não precisamos ter vergonha da raiva. Ela é algo muito bonito e poderoso que nos leva a agir. Temos que nos envergonhar é de exagerarmos a dose.” – Mahatma Gandhi Nesta comovente história sobre o caminho da raiva para a não violência, você vai conhecer dez lições essenciais ensinadas por Mahatma Gandhi a seu neto Arun. Tratados com a leveza do olhar de um jovem, temas universais como formação da identidade, gerenciamento da raiva, depressão, solidão, amizade e família ganham a luz dos ensinamentos do maior líder pacifista de nosso tempo. + Amazon

livros que lula leuOs Beneditinos – José Trajano – Companhia das Letras

O narrador desta deliciosa trama não está em seus melhores dias. Perdeu o emprego de jornalista, vive só, no bairro da Mooca, e tem de cuidar da saúde, que não anda boa. A vida lhe reserva poucos momentos de felicidade: assistir às partidas do Juventus, o Moleque Travesso, que o faz se lembrar do América, seu time do coração. Tomar ocasionalmente uma cerveja com petiscos. E se dedicar às suas partidas de futebol de botão contra veteranos do bairro. Suas perspectivas mudam, no entanto, ao folhear uma revista na sala de espera de seu dentista e… + Amazon

O Amor nos Tempos do Cólera – Márquez, Gabriel García – Editora Record

Dos 23 livros que Lula leu, também temos um clássico! “Ainda muito jovem, o telegrafista, violinista e poeta Gabriel Elígio Garciá se apaixonou por Luiza Márquez, mas o romance enfrentou a oposição do pai da moça, coronel Nicolas, que tentou impedir o casamento enviando a filha ao interior numa viagem de um ano. Para manter seu amor, Gabriel montou, com a ajuda de amigos telegrafistas, uma rede de comunicação que alcançava Luiza onde ela estivesse. Essa é a história real dos pais de Gabriel García Márquez e foi ponto de partida de ‘O amor nos tempos do cólera’, que acompanha a paixão do telegrafista, violinista e poeta Florentino Ariza por Fermina Daza.” + Amazon

Leia também: Cem Anos de Solidão (Gabriel García Márquez): livro essencial!

Vá, Coloque Um Vigia – Harper Lee – Editora José Olympio

A continuação de O sol é para todos, um dois maiores clássicos da literatura mundial Jean Louise Finch, mais conhecida como Scout, a heroína inesquecível de O sol é para todos, está de volta à sua pequena cidade natal, Maycomb, no Alabama, para visitar o pai, Atticus. Vinte anos se passaram. Estamos em meados dos anos 1950, no começo dos debates sobre segregação, e os Estados Unidos estão divididos em torno de questões raciais. + Amazon

O Sol na Cabeça – Martins, Geovani – Companhia das Letras

Nos treze contos de O sol na cabeça, deparamos com a infância e a adolescência de moradores de favelas – o prazer dos banhos de mar, das brincadeiras de rua, das paqueras e dos baseados –, moduladas pela violência e pela discriminação racial. Em O sol na cabeça, Geovani Martins narra a infância e a adolescência de garotos para quem às angústias e dificuldades inerentes à idade soma-se a violência de crescer no lado menos favorecido da “Cidade partida”, o Rio de Janeiro das primeiras décadas do século XXI. + Amazon

Confira a resenha: O Sol na Cabeça (Geovani Martins): o realismo urbano em 13 contos

Feminismo Em Comum – Para Todas, Todes E Todos – Márcia Tiburi – Rosa Dos Tempos

Com este livro, Marcia Tiburi nos convida a repensar essas estruturas e a levar o feminismo muito a sério, para além de modismos e discursos prontos. Espera-se que, ao criticar e repensar o movimento, com linguagem acessível tanto a iniciantes quanto aos mais entendidos do assunto, Feminismo em comum seja capaz de melhorar nosso modo de ver e de inventar a vida. + Amazon

Confira a resenha: Feminismo em comum – para todas, todes e todos (Marcia Tiburi)

O Último Cabalista de Lisboa – Zimler, Richard – Bestbolso

Dois mil cristãos-novos foram vítimas de um massacre em Lisboa durante as comemorações da Páscoa de Abril de 1506. Os mistérios em torno deste evento verídico são explorados neste extraordinário romance histórico de Richard Zimler, que já recebeu diversos prêmios literários na Europa e nos Estados Unidos. “Em uma atmosfera densa e rica em detalhes, Zimler relata o pesadelo de ser judeu no tempo da Inquisição”, avaliou o The Wall Street Journal. + Amazon

livros que lula leuUm Defeito de Cor – Goncalves, Ana Maria – Record

Dos 23 livros que Lula leu, há uma “fascinante história de uma africana idosa, cega e à beira da morte, que viaja da África para o Brasil em busca do filho perdido há décadas. Ao longo da travessia, ela vai contando sua vida, marcada por mortes, estupros, violência e escravidão. Inserido em um contexto histórico importante na formação do povo brasileiro e narrado de uma maneira original e pungente, na qual os fatos históricos estão imersos no cotidiano e na vida dos personagens, UM DEFEITO DE COR, de Ana Maria Gonçalves, é um belo romance histórico, de leitura voraz, que prende a atenção do leitor da primeira à última página. + Amazon

Dois Cigarros – Flávio Gomes – Gulliver

“É fim de tarde. Você entra no carro sem dizer nada e pergunto: vamos? Você diz que sim com um gesto e me mostra o caminho. Depois de meia hora pergunto se você trouxe suas roupas e sua escova de dente. A escova, sim, me responde.” Assim, sem uma história pré-existente, um arquiteto solitário de quarenta e poucos anos e uma jovem misteriosa de grandes olhos verdes que nunca falava sobre o passado se encontram pela primeira vez para uma viagem sem destino. + Amazon

Cartas da prisão de Nelson Mandela – Editora Todavia

Dos 23 livros que Lula leu, Cartas da prisão de Nelson Mandela é uma obra histórica: a primeira – e única – coleção autorizada de correspondências que abarca os vinte e sete anos em que o líder sul-africano esteve encarcerado. Lançada simultaneamente em diversos países, a publicação celebra o centenário de Mandela. Comoventes, fervorosas, arrebatadoras e sempre inspiradoras, as mais de duzentas cartas – muitas das quais nunca vistas pelo público – foram reunidas a partir de coleções públicas e privadas. + Amazon

Quem Manda No Mundo? – Chomsky, Noam – Crítica

Dos 23 livros que Lula leu, há um de Noam Chomsky, conhecido como “o mais importante ativista intelectual do mundo, que oferece neste livro um aprofundado exame das mudanças do poder norte-americano, as ameaças à democracia e o futuro da ordem global. Meticulosamente documentado, “Quem manda no mundo? ” é um guia indispensável para entender a situação internacional atual.” + Amazon

A Poeira e a Estrada – Maciel Melo – Carpe Diem

O livro, autobiográfico, intitulado ‘A Poeira e a Estrada’, remete a uma canção composta por Maciel Melo em homenagem a Walmar Belarmino (1961/1997). Maciel mescla histórias pessoais, poesias e causos, de forma solta e coloquial, romanceando a história de um caboclo sonhador, como ele mesmo se descreve. (Infelizmente, o livro não está disponível nas principais lojas e sebos)

Esquerda do Mundo, Uni-vos – Boaventura de Sousa Santos – Editora Boitempo

Quais são os possíveis rumos das esquerdas? Quais os caminhos para uma luta unificada internacional? Em seu novo livro, o sociólogo português Boaventura de Sousa Santos faz um panorama crítico do interregno pós-crise de 2008. O desmantelamento da democracia no Brasil, as dificuldades do processo de paz na Colômbia, a crise institucional no México, os desafios do Podemos espanhol, as novas facetas do imperialismo e a experiência portuguesa, que possibilitou o único governo de esquerda na Europa atual, são as conjunturas que o autor analisa a fim de oferecer elementos para o combate ao neoliberalismo e propostas para o futuro da esquerda mundial. + Amazon

A Melancia do Presidente – Wellington Dias

Wellington Dias, que  é autor de outros livros, como “Macambira” (1995), “Maria Valei-me” (1984), “Novos Contos Piauienses” (1984), “Tiradas do Tio Sinhô” (2007), dentre outros, afirmou que não gosta de se auto intitular como escritor, mas como “escrevedor”. “Sou governador, mas também continuo um ser humano, então gosto do esporte, gosto da música, gosto da pesca, de escrever… Na região onde cresci, aprendi a ouvir os mais velhos contando causos, histórias de onça, de alma, de ‘trancoso’, como a gente dizia. Isso é um tipo de cultura que, se não tivermos cuidado, desaparece no tempo. A Melancia do Presidente traz 23 causos que ouvi tanto no Piauí como em outras regiões, Paraíba, Ceará e Pernambuco”, relata o governador do Piauí. + Amazon

livros que lula leuBelchior – Apenas Um Rapaz Latino-Americano – Medeiros, Jotabê – Editora Todavia

Dos 23 livros que Lula leu, também temos a biografia de Belchior! Um livro revelador sobre uma figura fascinante da MPB que merece ser mais conhecida do público. Um artista às vezes enigmático, sempre refinado e imensamente popular. Caderno de imagens em cores. Discografia completa. A morte de Belchior, em abril de 2017, foi uma comoção nacional. Dez anos antes, o artista desaparecera. Foi a partir do mistério desse sumiço que Jotabê Medeiros deu início à pesquisa para um livro sobre o autor de clássicos como “Velha Roupa Colorida”, “Alucinação” e “Como nossos pais”. + Amazon

Vida – 4 Biografias – Leminski, Paulo – Companhia das Letras

Dos 23 livros que Lula leu, temos Leminski! “Sob o olhar poético e apaixonado de um mesmo admirador, essas quatro trajetórias aparentemente desconexas ganham novas dimensões, criam elos e se complementam, em comunicação permanente com a vida e a obra de seu biógrafo. + Amazon | Confira a resenha

O Voto do Brasileiro – Almeida, Alberto Carlos – Record 

Um guia didático e revelador em edição bilíngue sobre o processo eleitoral brasileiro, as carências e desigualdades do país e o que as urnas nos reservam. A partir da análise de mapas comparativos inéditos sobre o comportamento eleitoral do brasileiro nos últimos 12 anos, o cientista político Alberto Carlos Almeida destrincha as últimas três eleições presidenciais no Brasil e projeta um possível cenário para as eleições presidenciais de 2018. Do ponto de vista do comportamento eleitoral, as eleições presidenciais brasileiras são bem estruturadas e previsíveis, e em nada devem às eleições nacionais dos países que consideramos exemplo de desenvolvimento. + Amazon

O Último Judeu – Uma História de Terror na Inquisição – Gordon, Noah – Rocco

O último judeu tem como pano de fundo os horrores da Inquisição, Noah Gordon conta a história de Yonah Helkias Toledano, o último judeu da Espanha no final do século XV. O édito real expulsando seu povo da região é o ponto de partida para o caminho errante desse menino de apenas treze anos, que ficou sozinho, após presenciar o assassinato de sua família e a fuga de sua gente, única opção de sobrevivência ao negar a conversão, imposta pelo decreto. + Amazon

livros que lula leuThomas Piketty e o Segredo Dos Ricos – Dowbor, Ladislau / Piketty / Bava, Silvio Caccia – Veneta

A publicação dos estudos do francês Thomas Piketty a respeito da desigualdade social e da crescente concentração de riqueza ganharam as manchetes de jornais do mundo inteiro. E catalisou um debate que já estava em andamento as respeito dos efeitos disso na economia, no meio ambiente e no próprio exercício da democracia. Este livro, organizado pelo Le Monde Diplomatique Brasil, é uma apresentação desse debate, com textos do próprio Piketty e diversos outros dos principais pensadores sociais de nosso tempo. Entre eles Samuel Pinheiro Guimarães, Ladislau Dowbor, Russell Jacoby, Kostas Vergopoulos e Luiz Gonzaga Belluzzo. + Amazon

Fonte: Lula

Anúncio
Avatar
Francine Ramos

Faz da Livro&Café parte essencial de sua vida desde 2011. É professora de Língua Portuguesa, adora ler, escrever (um dia vai publicar um livro) e trabalhar com mediação de leitura. Acredita que os livros podem mudar o mundo e ama Virginia Woolf.

Não há comentários. Seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu e-mail não será publicado