O Grande Gatsby (F. Scott Fitzgerald)

7

“Cada um de nós desconfia que possui pelo menos uma das virtudes cardinais – e a minha é esta: sou uma das poucas criaturas honestas que jamais conheci.” p. 54

o grande gatsbyO Grande Gatsby é um romance americano escrito por F. Scott Fitzgerald e teve sua primeira publicação em 1925. O autor, assim como Ernest Hemingway, T.S. Eliot entre outros, fizeram parte da conhecida Lost Generation, pois as histórias abordadas por essa turma são carregadas de excessos alcoólicos e infelicidades e também correspondem ao período da Primeira Guerra Mundial e ao começo da Grande Depressão.

Em O Grande Gatsby temos uma narrativa em primeira pessoa através do personagem Nick Carraway, um homem próximo aos 30 anos e que mora numa casa próxima à mansão de Jay Gastby, um milionário misterioso e solitário, mas que gosta de ver sua casa cheia de gente durante as grandes festas regadas a bebida, comida e muito jazz.

A trama da história é a tentativa de Gastby em reconquistar Daisy, prima de Nick, porém casada com outro homem. A narrativa é curta, recheada de bons diálogos e não demora muito para entendermos a grande tragédia que será anunciada.

As boas histórias possuem infinitas perguntas sem resposta e isso é um dos ingredientes que eternizam a obra, pois é constante a busca de compreensão e análise. Em O Grande Gastby isso também ocorre: quem é realmente Gatsby? por que Daisy fez o que fez? por que Nick gosta da amizade de Gastby? e outras perguntas que não quero colocar aqui para não contar toda a obra aos que ainda não leram. Mas posso comentar da minha maior pergunta: quem é Gastby para Nick, para a sociedade e para ele mesmo? O livro, por ser narrado por Nick nos dá apenas uma visão da história e cabe a nós analisarmos com a maior precisão possível a verdade por trás dos olhos de um único personagem. Gatsby é o contraste da história, o outro lado, a outra moeda, o diferente que vai de encontro com a sua própria origem e todas as impressões que os moradores de Long Island têm do homem misterioso, grande para uns, pequeno para outros.

Onde Comprar: 
Amazon
Americanas
Fnac
Livraria Cultura
Saraiva
Submarino

Share.

About Author

Francine Ramos é formada em Letras Português/Inglês, trabalha com Tecnologia Educacional e em 2011 criou o blog Livro&café. O que ela quer é ser professora de literatura, ter uma boa biblioteca particular, viajar e ler Virginia Woolf. Tudo isso e mais, sem esquecer do café.

  • ENCONTRO OCASIONAL

    Da mente criativa única do escritor, produtor e diretor Baz Luhrmann vem a nova adaptação cinematográfica do romance de F. Scott Fitzgerald, O Grande Gatsby. bjs.

  • Pingback: Carta para Scottie, de F. Scott Fitzgerald | Livro & Café()

  • Pingback: Retrospectiva Literária 2011 | Livro & Café()

  • http://letter-of-recommendation.net letter of recommendation

    lol

  • http://nicasdrafts.blogspot.com/ Mônica

    Sou APAIXONADA pelo livro… Li na faculdade e, como professora de inglês, sempre trabalhei o mesmo com meus alunos… O livro é riquíssimo em cultura!

    Parabéns pela resenha!

    Um beijo!

  • Raul Bruno Dutra

    Amei o livro. Foi o retrato cultural do tempo, mas especificamente o dos Estados Unidos, bem escrito pelas mão de Fitzgerald. Gosto desses detalhes e retrato, digamos assim. Gosto de saber do comportamento e modismo das pessoas hehe. Foi o primeiro livro do autor que li e com certeza ficará marcado alguns trechos. Recomendo a você:

    Crime e Castigo, que é um dos meus livros de cabeceira junto com esse

    Beijos e boa sorte

  • http://pursuancepsalm.wordpress.com pursuancepsalm

    Faz tanto tempo que li e assisti The Great Gatsby, que com o passar dos anos eu já não consigo lembrar corretamente dos detalhes e diferenças entre o livro e o filme, mas sei que tanto o livro – que é grandiosamente lindo -, e o filme, Ahh, o filme! Com Mia Farrow, Robert Redford e Sam Waterston no elenco principal me faz ter vontade de ver e rever centenas de vezes, sem contar o roteiro de Francis Ford Coppola e do próprio Fitzgerald.
    Ah, se me permitir duas dicas de livros:
    Quando tiver tempo, tente ler:
    Seis Contos da Era do Jazz e Outras Histórias. O livro é muito bom mesmo. Do conto O Curioso Caso de Benjamin Button foi feito o filme homônimo (mas isso você obviamente já sabe).
    Tender Is the Night é a minha outra dica. Conta a história de um jovem psiquiatra que passa por varios problemas na carreira – e coração -, quando se apaixona e se casa com uma paciente problemática nos anos 20