5 livros de Paulo Freire essenciais para a Educação

Se nada ficar destas páginas, algo, pelo menos, esperamos que permaneça: nossa confiança no povo. Nossa fé nos homens e na criação de um mundo em que seja menos difícil amar. (Paulo Freire)


Paulo Freire (1921 – 1997), professor e filósofo, é considerado uma das pessoas mais importantes na área da Educação. Traduzido em diversos países, é referência quando se pensa na Educação e toda a sua complexidade, pois, a partir de novos conceitos, o autor nos colocou em uma grande reflexão sobre o ato de ensinar, de ler e, principalmente, de transformar o mundo. Pensando nisso, abaixo você encontra uma seleção de livros de Paulo Freire. Para ter, para ler, mas, principalmente, para iluminar os caminhos da generosidade, do amor e da liberdade.

Pedagogia do Oprimido

Fazer o aluno conhecer a liberdade, tornando-se apto a se construir crítica e responsavelmente: foi este o nobre objetivo ao qual Paulo Freire se dedicou durante toda a vida. Mas como alçar um voo tão alto num mundo onde, cada vez mais, “a pedagogia dominante é a pedagogia da classe dominante”? Pedagogia do oprimido, obra que figura entre as principais de sua vasta bibliografia, é uma das respostas mais relevantes a essa pergunta. Aqui, consciente da situação em que se encontram os oprimidos do Brasil e da América Latina, Paulo nos oferece uma análise penetrante do funcionamento de nossas classes sociais e indica os caminhos para uma pedagogia eficiente, capaz de suscitar, nos educandos, o diálogo e o saber de si. Compre na Amazon

Educação e mudança

Escrito originalmente em espanhol e publicado pela primeira vez no Brasil em 1979, Educação e mudança coincide com o retorno de Paulo Freire ao país e é uma crítica aberta ao falso dilema “humanismo X tecnologia”. Nos quatro estudos que formam este livro e que abordam os mais diferentes aspectos da relação do homem e seu estar no mundo, vemos como o compromisso com a própria realidade, isto é, a impossibilidade de se assumir uma posição neutra perante o mundo, é peça-chave para que educadores e educandos se insiram na sociedade e possam transformá-la. Compre na Amazon

Por uma pedagogia da pergunta

O encontro do educador Paulo Freire com o filósofo chileno Antonio Faundez resultou neste esplêndido texto. Discutem, com franqueza e sinceridade, as diferentes experiências vividas pelos dois em seus países de origem, confrontando os pontos de vista político e pedagógico; questionam o papel do intelectual nas sociedades em transformação e sua relação com as camadas populares; recolocam a importância da relação dialética entre teoria e prática, viabilizando revisões fundamentais. A obra coloca em evidência um método a ser utilizado por todos os cientistas sociais: o repensar constante. Compre na Amazon

Professora, sim; tia, não

Em tempos de crise do valor atribuído aos professores, os textos e práticas propostas por Paulo Freire representam uma forma de resistência ao propor uma pedagogia assumidamente política. A reedição atualizada de Professora, sim; tia, não busca fazer com que os textos do Patrono da Educação Brasileira permaneçam acessíveis aos professores deste país, dando, continuamente, elementos de reflexão para seu crescimento e valorização profissional.

A importância do ato de ler: em três artigos que se completam

A questão da leitura e da escrita encaradas sob o ângulo da luta política com a compreensão científica do tema. Este livro marca sua presença viva no desafio, vontade e paixão pelos direitos da alfabetização, pronunciados ao mundo sobre a importância do ato de ler. Compre na Amazon

 

Para conhecer:




Francine Ramos

Criou o Livro&Café em 2011, é professora de Língua Portuguesa, adora ler e trabalhar com mediação de leitura. Acredita que os livros podem mudar o mundo e ama Virginia Woolf.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.