Misto-Quente (Charles Bukowski)

GIF Kobo - 468x60

“Quando a verdade de outra pessoa fecha com a sua, e parece que aquilo foi escrito só para você, é maravilhoso.”

misto-quente, charles bukowskiCharles Bukowski (1920-1994) foi o maior inventor de anti-heróis no meu pequeno mundo literário. Ninguém melhor que ele construiu personagens tão decadentes, sujos, errados e extremamente simpáticos. Uma simpatia que não vem por ser agradável, uma simpatia pela autenticidade e coragem, o que me agrada muito, afinal, neste mundo tão moderno onde o produto vendido é mais importante que o conteúdo, encontrar no meio da multidão alguém capaz de uma frase original é como localizar uma agulha no meio da caixa gigante de retalhos da avó.  

Nascido na Alemanha em 1920, filho de um soldado americano, viveu desde os 3 anos de idade nos Estados Unidos, foi muito pobre e muito bêbado. Aos 24 anos começou a publicar seus trabalhos literários: contos e poesias, mas não vivia de literatura, trabalhava nos Correios. Muitos comparam sua literatura a de Jack Kerouac, mas Charles Bukowski não fez parte da geração beat, o termo geralmente utilizado para chamá-lo é “o último escritor maldito“, em referência aos escritores da época da “grande depressão americana“. Teve leucemia e morreu em 1994 após terminar de escrever Pulp

No romance Misto-Quente (L&PM Pocket, tradução de Pedro Gonzaga), o personagem principal é Henry Chinaski, um alemão que vive nos subúrbios dos Estados Unidos, é pobre, tem um pai autoritário, uma mãe passiva, muitas espinhas e é virgem. E se não bastasse tem grande dificuldade em conviver com seus amigos de escola e seus vizinhos, e um dos motivos desse bloqueio social é seu jeito explosivo, sua postura relaxada e sua incrível capacidade de fazer inimizades.

As 316 páginas de história voam velozes, culpa da narração forte de Bukowski que, em primeira pessoa, traz o leitor rapidamente ao universo do personagem principal, nos sentimos parte dele e entendemos o motivo que o leva a ser tão bruto, como uma pedra que foi esquecida no meio de um campo de batalha.

O personagem principal é alguém solitário que tenta entender o que ele está fazendo neste mundo, para onde ele tem de ir? Mas por que tem de ser para o lado de lá? Henry Chinaski busca liberdade, mesmo sabendo que esse desejo é uma utopia, mas é a busca dos bravos, dos valentes, dos inconformados, daqueles que não se deixam prender pelo simples conforto de fazer parte da manada.

Onde Comprar: 
Livraria Cultura
Livraria Cultura (ebook)
Submarino

Francine Ramos é formada em Letras Português/Inglês, trabalha com Tecnologia Educacional e em 2011 criou o blog Livro&café. O que ela quer é ser professora de literatura, ter uma boa biblioteca particular, viajar e ler Virginia Woolf. Tudo isso e mais, sem esquecer do café.

  • http://volcof.posterous.com Volcof

    Olá,
    Meu “primeiro Bukoswki” foi “A Mulher Mais Linda da Cidade – e outras histórias” da Coleção 64 páginas da L&PM e a partir daí, virei fã.
    Além de ser engraçado e inteligente, seu pessimisto exala a vida real, muitas vezes floreada por outros autores. Faço referência ao autor em uma das postagens de meu blog, aqui > http://volcof.posterous.com/120434771
    Fico muito impressionado ao ver, pelas ruas, o número de mulheres lendo o velho Buk – que por ser um autor “marginal”, poderia ser preterido por esse público, mas felizmente é reconhecido como um verdadeiro artista.
    Ainda não li “Misto-Quente”, mas agora estou ansiosíssimo para comprar.
    Abraços.

  • Erika

    Ahhh, eu sou suspeita para falar, gosto muito desse tipo de literatura que quebra com o óbvio e pega pesado na hora de descrever o mundo em que vivemos.

  • http://almaaflordapele.blogspot.com Fátima

    Oi Francine

    Ahh… eu quero!!..rs

    “Não sei quanto às outras pessoas, mas quando me abaixo para colocar os sapatos de manhã, penso, Deus Todo-Poderoso, o que mais agora?” Charles Bukowski

    Acho essa frase maravilhosa.
    De um pessimismo absoluto!
    E engraçada!

    Beijo meu

    • Francine Ramos

      Eu dou muita risada lendo Bukowski, ele é o máximo! :)

  • Márcia

    Fran, parabéns suas resenhas fazem eu ir correndo comprar os livros….Adoro!
    Obrigada!
    Gde beijo!

    • http://www.livroecafe.com Francine Ramos

      Obrigada! :)