Diário de Viagem #1 Lisboa e José Saramago

Compartilhe:

Lisboa, Portugal: Fernando Pessoa e José Saramago

Vamos cancelar a parte de caminhar pela cidade com a mochila pesada para encontrar o hotel. Vamos direto para o momento de ver o pequeno prédio de quatro andares (no estilo clássico europeu) entre belas e antigas árvores na chamada Praça Alegra, Lisboa, Portugal. É assim que começa a minha viagem.

Delícia é ter um recepcionista do outro lado do oceano falando a sua língua (com o charmoso sotaque português, ora pois). Da subida até o hotel, os olhos parecem receber uma energia a mais, mesmo depois das longas horas de viagem, e passa a ficar atento em tudo: a cor marrom do chão, as paredes com pintura nova, corredores estreitos, quase um labirinto, até abrir a porta do quarto do Hotel Alegria. E ele não podia ter um nome melhor. Mochila no chão, banho, sorriso: eu estou em Lisboa!

Compre livros de José Saramago na Amazon!

Caminhar, este é o verbo que acompanha o turista. Caminhamos para conhecer a cidade, para chegar até um local, por estarmos perdidos, para encontrar, para pisar no mesmo lugar que tantos personagens reais e irreais já caminhara. Ser turista é caminhar.

Do hotel até um ponto turístico – isso não há – tudo é um ponto turístico: ruas largas, a calçada portuguesa com seus lindos mosaicos (o mesmo estilo de Copacabana – RJ), ladeiras, avenidas, bondes, uma padaria, um restaurante, monumentos históricos, belas praças, o Rio Tejo, pessoas portuguesas, pessoas de outros países também, outras línguas exclamando a admiração pela cidade de Fernando Pessoa, José Saramago e tantas outras figuras importantes.

Encontrei, ao acaso, 2 bares frequentados por Fernando Pessoa. Cada um possuía uma plaquinha na parede externa, avisando da importância do lugar.

Café Martinho da Arcada, em atividade desde 1782

p-lisboa39

Minha visita à Fundação José Saramago não deu muito certo, pois era feriado na cidade e o local estava fechado. Porém tirei foto da fachada.

p-lisboa43

Um passeio que gostei muito de fazer foi o Mosteiro dos Jerônimos, onde está o túmulo de Fernando Pessoa e também pude conhecer um pouco sobre a vida e obra de Alexandre Herculano, mas isso será assunto para um outro post. 😉

Gostou de Lisboa e José Saramago? Conheça outros lugares aqui:

Compartilhe:
Imagem padrão
Francine Ramos

Editora da Livro&Café desde 2011. É professora de Língua Portuguesa e escritora. Acredita que os livros podem mudar o mundo e ama Virginia Woolf.

Assine nossa newsletter

Toda semana um resumo com os principais conteúdos da revista em seu e-mail!

1 comentário

Deixe um comentário